Recicla Sampa - Drones replantam sementes germinadas em alta velocidade
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Drones replantam sementes germinadas em alta velocidade

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Drone sobrevoando áreas verdes. Foto: Jason Blackeye / Unsplash

As árvores são as melhores amigas do ser humano quando o assunto é a geração de um ar mais limpo. Elas tragam o gás carbônico para transformar em oxigênio puro. O grande problema começa quando há a falta de plantas para o equilíbrio do ecossistema. Mais de 15 bilhões de árvores são cortadas em todo o planeta para dar lugar à agricultura, mineração, exploração de madeira e expansão urbana.

Esse desmatamento leva a um aquecimento global e coloca em risco milhões de espécies. Muitos países, ativistas e políticos tentam fazer o reflorestamento, porém alguns admitem que há áreas muito grandes para tentar replantar. Pensando em solucionar esse problema, uma empresa britânica chamada BioCarbon Engineering usou a tecnologia para salvar o meio ambiente. Trata-se de um drone que promete plantar até 1 bilhão de árvores por ano.

O drone escaneia o terreno e desenvolve um mapa tridimensional. Usando dados desse “mapa inteligente”, ele dispara sementes germinadas a uma grande velocidade, que faz com que as sementes entrem no solo. O equipamento sobrevoa a uma altura de mais de seis metros e chega a lugares que tratores que fazem replantio não conseguem chegar.

Para se ter uma ideia do trabalho do drone, em junho de 2017, ele plantou mais de 5 mil árvores por dia a fim de restaurar terras devastadas pela mineração de carvão em Dungog, na Austrália. Ele também fez replantio na África do Sul e na Nova Zelândia, recolocando mais de 25 mil árvores.

A empresa britânica, atualmente, trabalha em um projeto de grande escala para replantar manguezais em Mianmar, na Ásia. No local, 84% desse ecossistema desapareceu. Os manguezais têm um enorme potencial para salvar a vida das pessoas, pois eles funcionam como um escudo para proteger as comunidades costeiras contra tsunamis.  Além disso, eles aumentam a diversidade de peixes e outras espécies.

Para descobrir como funciona o mecanismo, assista ao vídeo aqui.

 

Fonte: National Geographic e BioCarbon Engineering

 

Texto produzido em 28/09/2018

 

 

 


Últimas

Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024
Notícias

O que é Ecodesign e qual sua importância para a sustentabilidade

Tendência busca minimizar impactos ambientais durante o ciclo de vida dos produtos

12/06/2024
Notícias

São Paulo tem o maio mais quente em 81 anos

Entenda como a reciclagem contribui para conter o aquecimento global

11/06/2024