Recicla Sampa - Equipe da USP busca transformar resíduo de etanol em hidrogênio verde
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Equipe da USP busca transformar resíduo de etanol em hidrogênio verde

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Recriação de lago em formato de tanque de hidrogênio. Foto: petrmalinak / Shutterstock.com

Já imaginou desenvolver uma tecnologia que transforma um resíduo poluente em uma energia sustentável, ou seja, em energia que não emite dióxido de carbono na atmosfera?

É isso que os pesquisadores vinculados ao Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa da Poli-USP estão desenvolvendo, com um estudo que visa transformar a vinhaça, usada na produção de etanol, em hidrogênio verde.

À frente do novo Laboratório de Células a Combustível, o professor Thiago Lopes pretende desenvolver um reator eletrolítico voltado para a realidade da indústria sucroalcooleira nacional.

“A vinhaça tem 95% de água em sua composição. A ideia é que por meio desse reator possamos quebrar as moléculas de água para gerar oxigênio e hidrogênio verde”, diz o pesquisador.

O grupo de pesquisa acredita que o hidrogênio verde possa ser utilizado principalmente na produção da amônia que entra na composição de fertilizantes.

“Hoje, a amônia é sintetizada com hidrogênio proveniente de gás natural, o que gera uma pegada de CO2”, conta o pesquisador.

Sabe o que é melhor? O hidrogênio verde também pode alimentar veículos com motor de célula a combustível, uma das modalidades de veículos totalmente elétricos que hoje circulam pelo mundo, sobretudo no Japão. A outra modalidade são os veículos elétricos movidos a bateria recarregável em tomadas especiais.

“No motor de um veículo com célula a combustível, o hidrogênio reage com o oxigênio que vem do ambiente. A energia elétrica liberada alimenta o veículo e o processo gera como resíduos apenas calor e água pura. Atualmente, esse hidrogênio é obtido em nível mundial por meio de gás natural, o que gera pegadas de CO2. Daí a importância de se descobrir formas de produzir hidrogênio verde. É o que pretendemos fazer no laboratório por meio do concentrador eletrolítico de vinhaça. Tudo está interligado”, aponta Lopes.

Hidrogênio verde: combustível do futuro

O hidrogênio verde vem sendo considerado a chave para a descarbonização mundial. Com potencial de geração energética três vezes maior que a gasolina, o combustível pode ser utilizado na indústria e no transporte, reduzindo consideravelmente as emissões de gases do efeito estufa.

Para produzi-lo, a tecnologia já é conhecida. O processo para retirar o hidrogênio (H2) da água (H2O) utiliza energia elétrica – e para que tenha a denominação verde, essa energia deve ser oriunda de fontes renováveis.

Texto produzido em 9/2/2022


Últimas

Notícias

Dia Mundial dos Catadores de Lixo Reciclável celebra luta da categoria

Data promove reflexão sobre responsabilidade coletiva em dar dignidade aos trabalhadores

01/03/2024
Notícias

Cidades do futuro e os caminhos para um mundo sustentável

Demandas apontam para harmonia entre desenvolvimento urbano e preservação ambiental

29/02/2024
Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024
Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024