Recicla Sampa - Reciclagem não é solução para crise do lixo plástico
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Reciclagem não é solução para crise do lixo plástico

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Relatório revela que fabricantes reconhecem ineficiência da circularidade há décadas. Foto: Piyaset / shutterstock.com

A reciclagem não é uma solução eficiente para a crise do lixo plástico, é o que demonstra um relatório divulgado na última semana pelo Centro para a Integridade Climática (CCI).

Ainda de acordo com o documento produzido pela ONG, os grandes fabricantes de plásticos sabem há pelo menos 40 anos que a circularidade do material não é eficiente.

A investigação baseia-se em documentos internos das empresas recentemente revelados e que apresentam a extensão do que pode ser uma campanha de desinformação e greenwashing.

Nas últimas décadas, afirma a CCI, membros da indústria referiram-se à reciclagem dos plásticos como “inviável economicamente”, disseram que “ela não pode ser considerada uma solução permanente” e admitiram que ela “não vai funcionar a longo prazo”.

Neste contexto, afirmam os autores, as evidências indicam que as petrolíferas, petroquímicas e suas associações comerciais podem ter infringido uma série de leis destinadas a proteger o público da propaganda enganosa e da poluição.

“As empresas mentiram e é hora de responsabilizá-las pelos danos que causaram”, afirma Richard Wiles, um dos porta-vozes do CCI.

Plástico é difícil de reciclar

Fabricado basicamente em petróleo e gás, o plástico é um material difícil de reciclar. Seu reaproveitamento requer uma triagem rigorosa e trabalhosa.

Afinal, existe uma infinidade de tipos de plásticos, sobretudo os mistos, que não podem ser reciclados em conjunto. Isso torna um processo que já é caro ainda mais caro.

Outro desafio: o material degrada-se cada vez que é processado e na maioria dos casos só pode ser reciclado uma ou duas vezes.

Quais plásticos são reciclados?

Todo plástico é reciclável? Na teoria sim, mas na prática nem todo plástico pode ser reciclado.

Existem diferentes tipos de plásticos, com características distintas, e nem todos são recicláveis da mesma maneira ou em todas as cidades.

A reciclabilidade do plástico depende de fatores como composição química, infraestrutura de coleta e demanda de mercado da região onde ele foi descartado.

Alguns tipos comuns de plásticos como o PET (polietileno tereftalato), usado em garrafas de bebidas, e o PEAD (polietileno de alta densidade), usado em embalagens de leite, são amplamente reciclados no mundo.

Ou seja, são plásticos com uma demanda de mercado estabelecida, que podem ser transformados em novos produtos, como garrafas, fibras têxteis e tubos.

Por outro lado, plásticos como o PVC (policloreto de vinila) e o PS (poliestireno), encontrados em alguns tipos de embalagens e produtos descartáveis, têm uma reciclabilidade mais limitada.

Clique aqui e saiba quais plásticos são recicláveis e quais não são


Últimas

Notícias

O papel da Economia Circular na sustentabilidade do planeta

Entenda a importância da transição para novos modelos de produção e consumo

12/04/2024
Dicas de Reciclagem

Cotonetes de plástico não são reciclados no Brasil

Conheça opções de hastes plásticas sustentáveis a preços acessíveis

11/04/2024
Notícias

Construção de casas sustentáveis cresce no Brasil

Número de residenciais verdes no país cresceu 40% entre 2022 e 2023

10/04/2024
Notícias

InfluenceMap revela quem são os grandes poluidores do mundo

Relatório aponta para 57 organizações dos setores de combustíveis fósseis e cimento

09/04/2024