Saiba quais os tipos de papel que podem ser reciclados

25/06/2018

Débito ou crédito? Quer sua via? Com certeza você escuta essas perguntas todas as vezes que realiza o pagamento de uma compra com cartão. O problema é que a cada operação desse tipo você colabora, e muito, para a poluição do meio ambiente. Isso acontece porque a impressão da segunda vida do comprovante do cartão é feita em papel carbono, um tipo de material não reciclável.

Conhecer os tipos de papéis que podem ser reciclados é fundamental para evitar o corte indiscriminado de árvores para a extração de celulose, além de combater o aumento do volume de resíduos sólidos nos aterros sanitários e evitar outros problemas ambientais como: o uso de água e a poluição de rios e córregos, o que muitas vezes acabam resultando em enchentes. 

Para controlar os gastos, muitos bancos oferecem um serviço de SMS que avisa o cliente sobre as operações financeiras efetuadas na conta. Basta entrar em contato com a unidade em que você é correntista para receber diretamente no celular essas informações. Assim, fica mais fácil recusar a impressão da segunda via do cartão.

Então, fique atento a quais tipos de papéis devem ou não fazer parte dos recicláveis:

Papéis recicláveis: papelão, sulfite, jornais, revistas, embalagens longa vida, cadernos agendas, dentre outros.

Papéis não recicláveis: papel higiênico ou guardanapos engordurados, embalagens de salgadinhos e biscoitos, fotografias, papel celofane, papel carbono, adesivos, fita crepe, papel vegetal, papel de caixa eletrônico, dentre outros.

Tags: dicas, vídeos
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados