Recicla Sampa - Torneio de Wimbledon dá exemplo e proíbe canudos plásticos
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Torneio de Wimbledon dá exemplo e proíbe canudos plásticos

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Estádio de Wimblendon, em Londres. Foto: Davidkenny91 / Pixabay

Não é novidade que os canudinhos plásticos são um dos maiores vilões ambientais da atualidade. De acordo com a organização internacional Ocean Conservancy, eles são considerados um dos 10 materiais mais encontrados nas limpezas de praias ao redor do mundo. Dados da ONG americana The last plastic straw mostram que, apenas nos Estados Unidos, 500 milhões deles são utilizados e descartados todos os dias. Enfileirada, essa quantidade seria suficiente para dar duas voltas e meia na circunferência da Terra. Além disso, demoram em torno de 100 anos para se decompor.

Tentando ajudar a diminuir o impacto deste tipo de material em nosso planeta, o mais antigo e mundialmente famoso torneiro de tênis de Wimbledon, na Inglaterra, proibirá canudos plásticos em seus eventos deste ano, que acontecem entre 2 e 15 de julho de 2018. Como alternativa, serão oferecidos canudinhos de papel nos bares, restaurantes e cafés do evento.

O anúncio foi feito pela All England Lawn Tennis Club, responsável pela coordenação dos campeonatos de tênis na Inglaterra. Além dos canudos, a associação anunciou que as lojas oferecerão apenas sacolas de papel. E para evitar o uso de garrafas plásticas, estarão disponíveis 21 fontes de água e 87 bebedouros durante o torneio.

Vale lembrar que as garrafas plásticas também se tornaram uma ameaça ao meio ambiente e até à nossa saúde. Um estudo recente da ONG Orb Media mostrou que 11 marcas de água engarrafadas de nove países continham microplásticos em sua composição. O impacto destes pequenos polímeros quando chegam à nossa corrente sanguínea ainda é desconhecida pelos cientistas. Entre os plásticos encontrados, destacam-se o náilon, o PET (usado exatamente na fabricação de garrafas plásticas de bebidas) e o polipropileno, usado para produzir as tampas das garrafas.

Outras iniciativas

Mas não é só o torneio de Wimbledom que está preocupado com o perigo que os plásticos apresentam. Em fevereiro de 2018, a rainha do Reino Unido, Elizabeth II, decidiu banir canudos e garrafas plásticas do Palácio de Buckingham, do Castelo de Windsor e do Palácio de Holyrood. Desde então, só é permitido utilizar copos e pratos de porcelana ou de papel reciclável. As novas regras também prometem eliminar os canudos de plástico dos cafés públicos gradativamente e proibi-los totalmente nas salas de jantar dos funcionários.

 

Fonte: NYTimes

 

Texto produzido em 11/05/2018


Últimas

Notícias

Presidente Lula assina lei de incentivo à reciclagem no Brasil

Objetivo é reduzir custos operacionais e dinamizar cadeia produtiva do setor

15/07/2024
Notícias

Julho Sem Plástico é um convite para a reflexão

Ideia surgiu para desafiar pessoas a reduzirem consumo de plásticos descartáveis

12/07/2024
Dicas de Reciclagem

Lojas Melissa têm pontos de coleta de calçados da marca

Iniciativa de sustentabilidade garante destinação adequada aos chinelos e sandálias

11/07/2024
Notícias

Queda nos preços impacta negativamente reciclagem de papel

Crise é reflexo do aumento do uso de matéria-prima virgem pela indústria

10/07/2024