Recicla Sampa - Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Encontro busca definir prioridades e desenvolver legislação ambiental internacional. Foto: PNUMA / unep.org

A sexta edição da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente começa nesta segunda-feira (26) em Nairobi, capital do Quênia.

Idealizada para ser uma espécie de parlamento mundial sobre o meio ambiente, o encontro tem como objetivo definir prioridades e desenvolver a legislação internacional sobre o tema.

Importante destacar que esse é o único evento além da Assembleia Geral da ONU onde os 193 países-membros participam.

Cerca de seis mil pessoas confirmaram presença nas mesas, incluindo sete chefes de Estado e 139 ministros e vice-ministros, além de especialistas, ativistas e representantes da indústria.

De acordo com a ONU, os números de participantes representam novos recordes e demonstram a importância crescente do debate acerca da sustentabilidade ambiental do planeta.

Ainda segundo a ONU, o tema central desta sexta edição serão os acordos multilaterais e os debates ficarão em torno de como eles podem ajudar a superar a crise climática.

Tratado Global do Plástico

Na última Assembleia, em 2022, foram iniciadas as negociações do primeiro instrumento internacional juridicamente vinculante para acabar com a poluição plástica.

Batizado de Tratado Global do Plástico, o documento tem previsão de ser concluído no fim de 2024.

A resolução, juridicamente vinculativa, aborda o ciclo de vida completo do plástico, necessário para enfrentar a crescente crise de poluição por esse tipo de material.

O documento reconhece ainda a contribuição significativa dos trabalhadores informais e cooperativas de reciclagem. Por isso, foi formado o Grupo de Amigos dos Catadores de Materiais Recicláveis.

O Grupo é um órgão voluntário formado por representantes dos estados membros e vai garantir que as vozes dos catadores sejam ouvidas nas negociações.

O tratado ainda vai incluir uma série de disposições técnicas, como promover a produção e o consumo sustentáveis de plásticos, desde o design do produto até a gestão ambientalmente correta de resíduos, por meio da eficiência de recursos e abordagens de economia circular seguras e justas.


Últimas

Notícias

O papel da Economia Circular na sustentabilidade do planeta

Entenda a importância da transição para novos modelos de produção e consumo

12/04/2024
Dicas de Reciclagem

Cotonetes de plástico não são reciclados no Brasil

Conheça opções de hastes plásticas sustentáveis a preços acessíveis

11/04/2024
Notícias

Construção de casas sustentáveis cresce no Brasil

Número de residenciais verdes no país cresceu 40% entre 2022 e 2023

10/04/2024
Notícias

InfluenceMap revela quem são os grandes poluidores do mundo

Relatório aponta para 57 organizações dos setores de combustíveis fósseis e cimento

09/04/2024