Brasil descarta incorretamente 1 bilhão de litros de óleo por ano

21/09/2021

Imagem - Óleo de cozinha é descartado de maneira incorreta. Foto: Coryn / Shutterstock

Óleo de cozinha é descartado de maneira incorreta. Foto: Coryn / Shutterstock

Apesar de ser reciclável, o óleo de cozinha ainda é descartado na pia e no vaso sanitário por grande parte da população. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais (Abiove) e do IBGE, os brasileiros despejam cerca de 1 bilhão de litros de óleo incorretamente a cada ano.

Ainda de acordo com os dados divulgados recentemente pelo Estadão, em 2019 foram consumidos 4,7 bilhões de litros de óleo. Desse volume, 25% seria passível de ser recolhido, cerca de 1,17 bilhão. Porém, na prática, apenas 108 milhões de litros foram coletados naquele ano, menos de 10% do que poderia ter sido transformado em matéria-prima para tintas, sabão e biodiesel.

O baixo índice de reciclagem do material talvez seja causado pelo desconhecimento sobre a possibilidade de reciclagem ou até mesmo pela falta de informação sobre os malefícios que o despejo incorreto pode acarretar.

Depois de ser jogado no ralo, o óleo vai direto para a rede de esgoto e pode causar entupimento dos canos. Para desentupir o encanamento, é preciso utilizar produtos químicos altamente poluentes, que geram ainda mais danos para o meio ambiente.

Quando chega às Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs), ele é separado da água e tratado. Porém, apenas 68% do esgoto recebe esse tipo de tratamento e o óleo acaba chegando nos mananciais aquáticos.  De acordo com dados da SABESP, apenas um litro de óleo é suficiente para contaminar 20 mil litros de água.

RECICLE O ÓLEO DE COZINHA

Para quem não sabe, o óleo de cozinha é reciclável e pode ser transformado num sabão em barra de excelente qualidade, em insumos agrícolas para a produção de rações animais e em biodiesel, através de um processo chamado transesterificação.

Quando descartado incorretamente, tipo no vaso sanitário, o óleo pode contaminar rios, mares e represas. Caso vá parar no solo, o óleo o impermeabiliza, o que pode causar enchentes e alagamentos quando chegam as chuvas, além da contaminação dos lençóis freáticos.

Por fim, quando se decompõe nos aterros sanitários, o óleo de cozinha libera gás metano, que é altamente poluente e aumenta a temperatura e interfere no clima do planeta, contribuindo para o aquecimento global. Para se ter uma ideia do dano, é necessário apenas um litro de óleo para contaminar 25 mil litros de água, de acordo com dados da Sabesp.

COMO DESCARTAR CORRETAMENTE

Descartar corretamente o óleo de cozinha é fácil. Basta deixar ele esfriar, depositar numa garrafa plástica e levar a um dos pontos de coleta que você encontra no site do Recicla Sampa.

Esse ponto de coleta também pode estar presente no seu prédio ou condomínio ou você pode doar o óleo para iniciativas como a Sabão do Povo. O que não vale é jogar fora de qualquer jeito.

Texto produzido em 21/9/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados