Coletor e marotonista é destaque no Jornal Nacional

20/07/2021

Imagem - Johnatas de Oliveira, atleta e coletor da EcoUrbis. Foto: acervo pessoal

Johnatas de Oliveira, atleta e coletor da EcoUrbis. Foto: acervo pessoal

A história de vida do coletor da Unidade Leste da EcoUrbis, Johnatas de Oliveira, virou reportagem na edição da última sexta-feira (16) do Jornal Nacional. Ele é uma das promessas para as Olimpíadas de Paris 2024 e concilia seu trabalho nas ruas com o treinamento de um atleta de alta performance. 

O agente ambiental trabalha desde 2012 na concessionária de coleta da capital paulista, quando se viu obrigado a sustentar a filha primogênita. E foi por meio das seletivas de atletismo promovidas pela EcoUrbis que ele entrou no esporte em 2015. 

A vida diária do atleta e coletor é uma verdadeira maratona. Ele treina pela manhã, das 8h às 11h, geralmente na pista de atletismo do estádio Ponte Grande em Guarulhos.

Depois, trabalha no período noturno, das 18h às 1h, percorrendo cerca de 23 quilômetros atrás do caminhão compactador e recolhendo os sacos de lixo, o que para ele é praticamente um segundo treino, ajudando na parte aeróbica. 

“Depois de cinco anos nessa rotina, consigo levar muito bem e atualmente adoro”, conta o atleta, que já coleciona conquistas na modalidade. Em 2018, foi o quarto brasileiro mais bem colocado na São Silvestre, chegando em 13º na classificação geral. 

Em 2019, Johnatas conseguiu um resultado ainda melhor como o terceiro brasileiro mais rápido na prova, mantendo a mesma posição na classificação geral. 

Além da São Silvestre, o maratonista também obteve boas colocações em outras competições, como a medalha de prata na Copa Brasil Caixa de Cross Country de 2019. Ainda em 2019, o atleta participou do Sul- Americano de Guayaquil, no Equador, onde também ficou na segunda colocação. 

Seu grande sonho é um dia competir nos Jogos Olímpicos. “Minha meta como atleta profissional é disputar as Olimpíadas e conquistar a medalha mais desejada no mundo. Por isso não desisti de treinar, focar, dedicar e sempre disciplinar minha mente, meu corpo e espírito”, revela. 

Nascido na cidade de São Pedro dos Ferros (MG), Johnatas veio morar em São Paulo com apenas 12 anos. Durante boa parte da juventude, queria ser jogador de futebol. 

Participou e foi aprovado em diversas peneiras para clubes como o Corinthians e São Caetano, porém sua família não teve condições financeiras para arcar com a sua ida para um grande clube. Como a situação financeira não era fácil, ele precisou começar a trabalhar cedo.  

Trabalhou em um posto de gasolina, auxiliava na lavagem dos carros e na calibragem dos pneus.  Apenas aos 18 anos conseguiu o seu primeiro emprego com carteira assinada, como frentista. Porém, a paixão pelo esporte renasceu quando entrou na EcoUrbis e veio a oportunidade de competir no atletismo. 

A EcoUrbis incentiva os seus funcionários realizando seletivas e bancando a inscrição dos melhores colocados na São Silvestre de cada ano. Também fornece uma ajuda de custo aos atletas. E não são somente os coletores que podem participar, os funcionários das áreas administrativas também são incentivados. 

O suporte que a empresa fornece a Johnatas é essencial, pois ele não possui nenhum outro patrocínio.

“Sou muito grato, porque são poucos que reconhecem nosso trabalho no dia a dia. Mas peço a Deus que sempre tenha pessoas dispostas a ajudar de coração, pelo talento do atleta, não por algo em troca”, declara o atleta.

 

Texto produzido em 19/07/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados