Decomposição de resíduos, você sabe quanto tempo leva?

06/01/2022

Imagem -

Produtos e embalagens de plástico, metal e vidro, quando descartados incorretamente, podem ser mais perigosos do que se imagina. Mas você sabe qual o tempo de decomposição de cada um desses resíduos no meio ambiente?

Praticamente toda e qualquer atividade humana gera algum impacto na natureza. Entre esses impactos, existe o rejeito orgânico, que é rapidamente absorvido. Já os rejeitos de processos produtivos podem demorar até 5 mil anos para se decompor.

Neste contexto, o descarte correto do lixo reciclável minimiza a quantidade de resíduos acumulados em aterros sanitários e lixões, contribuindo para a redução da produção de gases tóxicos e de chorume.

Pensando nisso, o Recicla Sampa separou uma lista dos principais resíduos recicláveis para você ficar por dentro do tempo de composição e entender a importância de descartá-los corretamente.

PLÁSTICO

O plástico é um dos vilões do meio ambiente e um dos desafios da humanidade no século XXI é controlar a produção e o descarte incorreto deste tipo de resíduo.

As sacolas plásticas, por exemplo, são feitas de polietileno, um polímero criado em laboratório. 

Os organismos unicelulares que ajudam na sua decomposição não consomem polímeros, o que dificulta a desintegração completa do plástico.

Resíduos plásticos demoram entre 450 e mil anos para se decomporem completamente.

METAL

Produtos feitos como rebites de ferro ou com folhas de aço não se decompõem com facilidade.

As latas de alumínio, por sua vez, só se decompõem depois de mais ou menos 100 anos. Antes disso, viram ferrugem que libera gases tóxicos na atmosfera.

Existem peças metálicas que não enferrujam e, por isso, não se degradam, porque alguns microrganismos não consomem partículas do metal.

Resíduos de metal demoram entre 50 e 200 anos para se decomporem completamente.

VIDRO

O vidro é um material que pode ser infinamente e facilmente reciclado, por ser feito de areia. Os especialistas dizem que ele é infinatamente reciclável e se encaixa perfeitamente no contexto da economia circular.

Para isso, basta quebrá-lo em pedacinhos minúsculos, moer tudo e produzir um novo vidro.

Resíduos de vidro podem demorar até 5 mil anos para se decomporem completamente.

Texto produzido em 6/1/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados