Educar as crianças é salvar o planeta

08/09/2021

Imagem - TiNi em escola rural. Foto: Projeto TiNis / reprodução

TiNi em escola rural. Foto: Projeto TiNis / reprodução

As novas gerações são a vanguarda de uma necessária mudança na relação que o ser humano estabelece com o meio ambiente. Pensando nesse potencial transformador das crianças do século XXI, a top model brasileira Gisele Bündchen em parceria com o Instituto Alana lançou o projeto TiNis.

Simples e acessível para toda a população, a iniciativa estimula a criação de uma pequena área verde dentro da casa das famílias participantes e busca dessa forma fortalecer o vínculo emocional das pequenas e pequenos com a natureza por meio do contato direto com a terra, através do cultivo das plantas.

A equipe do projeto explica que para fazer o cultivo são necessários três vasinhos ou meio metro quadrado de canteiro e uma das ideias centrais é de que parte da colheita seja ofertada à família ou à comunidade.

Idealizador do TiNis, o peruano Joaquín Léguia conta que a inspiração surgiu a partir das suas experiências com a natureza durante a infância, das viagens pelo seu país e do contato com a cultura andino-amazônica.

Depois do sucesso na terra natal do ativista, as TiNis já estão presentes em países como Equador, Bolívia, Costa Rica, Indonésia, Japão e começaram a chegar também ao Brasil.

Para ajudar a expandir essa iniciativa por aqui, uma série documental de 11 episódios foi desenvolvida e protagonizada pela modelo.

Também foram produzidos dois livros digitais gratuitos. Um serve como guia para as crianças e os pais desenvolverem suas TiNis. Já o outro é um conto para incentivar as crianças a participarem do projeto.

Dicas para criar TiNis

Além de estimular a criação dessa área verde dentro de casa, as instruções de montagem e manutenção ainda acompanham dicas e conselhos que garantem um projeto 100% sustentável.  

O primeiro deles é o reaproveitamento da água da chuva ou da lavagem de frutas e legumes para regar as plantas e assim preservar os recursos hídricos.

Um outro conselho importante é a compostagem dos resíduos orgânicos, que vão gerar um adubo natural e de excelente qualidade para as plantas. O processo ajuda a diminuir as sobras de alimentos, minimizando o impacto ambiental e a quantidade de resíduos descartados nos aterros.

Texto produzido em 8/9/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados