Embalagens tetra pak protegem famílias de baixa renda do calor

10/07/2019

Imagem - Iniciativa nasceu em um programa de inovação do Grupo Enel. Foto: Razões para Acreditar

Iniciativa nasceu em um programa de inovação do Grupo Enel. Foto: Razões para Acreditar

Economia e conforto térmico são os dois principais objetivos da startup Nossa Casa, que atua em comunidades de baixa renda do Rio de Janeiro. A empresa carioca utiliza caixas de leite para produzir um forro que funciona como um isolante térmico para as casas que sofrem com o forte calor emitido pelas telhas de amianto.

A iniciativa nasceu em um programa de inovação do Grupo Enel, empresa multinacional de energia, para atuar nas comunidades de São Gonçalo e Magé, na região metropolitana da capital fluminense. Idealizada por Gustavo Camazzoto, a ideia é baseada no conceito de economia circular, onde todas as etapas acontecem nas comunidades.  

"Hoje a nossa casa já reciclou aproximadamente 400 quilos de embalagens tetra pak e gerou empregos na comunidade. São cinco mulheres trabalhando no tratamento do resíduo e dois carpinteiros aplicando o revestimento", comenta o idealizador em vídeo.

Em conjunto com a associação de moradores, o projeto determina quais famílias receberão a instalação em suas casas, sendo as moradias com idosos e crianças prioritárias. As caixas de leite são coletadas na própria comunidade e também compradas de uma recicladora. Já a mão de obra e os materiais são fornecidos pela própria comunidade. Para a montagem do forro, são utilizadas cerca de 850 caixas por residência. Instaladas 20 cm abaixo da telha de amianto, elas formam um bolsão de ar capaz de diminuir a temperatura no interior do ambiente em até 9º C.

"Muita gente pegou caixa de leite e jogou fora, como eu. Nunca ia saber que um dia eu ia precisar dessa caixa, foram elas que aliviaram nosso sofrimento aqui do calor", conta em vídeo Marise Julião, moradora de uma das comunidades que recebem o auxílio da Nossa Casa.

Outro projeto que também possui a missão de levar conforto térmico às famílias de comunidades precárias é o Brasil sem frestas. Atuante na cidade de Curitiba e sua região metropolitana, o trabalho segue o mesmo processo de coleta e seleção das caixinhas de leite, seguida de estruturação das placas de revestimento para depois serem levadas às regiões carentes. A organização recebe doações de materiais e produzem bazares bimestrais, divulgados em sua página do Facebook, para arrecadação de fundos.

 

Fontes: Razões para acreditar, Brasil sem frestas e Vídeo Nossa Casa – Enel

 

Texto produzido em 04/01/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados