Fachada de prédio em Goiás irá produzir energia solar

17/12/2019

Imagem - Ação é um dos maiores projetos mundiais no que se refere à utilização de materiais para geração de energia solar. Foto: Pixabay

Ação é um dos maiores projetos mundiais no que se refere à utilização de materiais para geração de energia solar. Foto: Pixabay

O Centro de Pesquisas e Eficiência Energética (CPEE), localizado no Distrito Agroindustrial de Anápolis, em Goiás, fará parte de um dos maiores projetos mundiais no que se refere à utilização de materiais para geração de energia solar. A fachada do edifício pertencente ao Grupo CAOA (responsável pela distribuição das marcas Ford, Hyundai e Chery no Brasil), será coberto com 1000m² de vidro, onde serão aplicados os filmes OPV (Filme Fotovoltaico Orgânico), um filme super fino, com cerca de 1mm de espessura capaz de gerar energia solar.

Diferentemente das tradicionais placas metálicas, os vidros são feitos de compostos dissolvidos em tinta, podendo ser impresso em um processo parecido ao utilizado no setor têxtil. As películas são leves, flexíveis, semitransparentes e convertem a luz do sol em eletricidade. O modelo sustentável também absorve raios infravermelhos, reduzindo a necessidade da utilização de ar condicionado no ambiente e reduz o dióxido de carbono na atmosfera. Cada metro quadrado do OPV evita que seja emitido anualmente 120kg de CO2.

“A CAOA tem mais de 35 anos de história e é um dos maiores distribuidores de automóveis do país, estamos trabalhando juntos para reduzir a emissão de CO2 com soluções que refletem o estado da arte da tecnologia. A Sunew tem orgulho de se engajar com empresas que assim como a CAOA, tomam iniciativas sustentáveis visando a um futuro melhor para as próximas gerações”, disse Tiago Alves, CEO da Sunew, em entrevista ao portal Ciclo Vivo.

A empresa Sunew, fabricante da inovação, vem investindo em ações em prol das novas gerações e do meio ambiente. A companhia fechou uma parceria com a ONG SOS Mata Atlântica, na qual se propõe a plantar uma nova árvore para cada metro quadrado de OPV produzido. As árvores serão protegidas pelo programa Florestas do Futuro, responsáveis pela restauração florestal nas regiões de Mata Atlântica.

Fontes: Ciclo Vivo, Sunew

Texto produzido em 15/07/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados