Recicla Sampa - Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Primeira liberação vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor. Foto: Instituto Recicleiros / BNDES

O Governo Federal anunciou no último dia 7 de junho uma série de investimentos destinados às cooperativas de reciclagem no Brasil.

A primeira liberação, de R$ 8 milhões, vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor, fundamental para o desenvolvimento sustentável do país.

Lançado no Dia Nacional de Luta dos Catadores de Materiais Recicláveis, o documento foi assinado pela ministra Marina Silva em Brasília (DF) em evento que contou com a presença de representantes dos agentes ambientais.

O edital integra uma série de ações federais para estruturar o trabalho dos profissionais da coleta de forma permanente e transversal. As propostas devem ser enviadas pela plataforma Transferegov.br até o próximo dia 7 de agosto.

A expectativa é selecionar propostas para implementar, ampliar ou aperfeiçoar sistemas de coleta seletiva, triagem e tratamento de resíduos recicláveis secos e orgânicos.

Cada projeto poderá receber aporte mínimo de R$ 400 mil e máximo de R$ 800 mil, com execução em até três anos.

Os recursos foram disponibilizados pela Secretaria Nacional de Meio Ambiente Urbano e Qualidade Ambiental (SQA) do MMA e pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA).

Em função da tragédia causada pelas chuvas e alagamentos, organizações do Rio Grande do Sul terão preferência nos aportes.

“As cooperativas e associações de catadores ficaram muitos anos sem ter investimentos diretos do governo. Esse edital é o primeiro para qualificar e voltar a investir em equipamentos e estruturas”, explica Adalberto Maluf, Secretário Nacional de Meio Ambiente Urbano e Qualidade Ambiental.

Já Roberto Rocha, presidente da Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat), destacou que atualmente muitas cooperativas estão sucateadas.

“Esse edital vem para contribuir e melhorar isso e, automaticamente, melhorar a qualidade de vida e a geração de trabalho e renda entre catadores e catadoras de materiais recicláveis”, comemorou Rocha.

"A política ambiental é uma política transversal, e a política dos catadores não é diferente", completou a ministra Marina Silva.


Últimas

Notícias

São Paulo mais que dobra coleta de resíduos com logística reversa

Volume passou de 302,51 mil toneladas em 2012 para 828,42 mil toneladas em 2023

16/07/2024
Notícias

Presidente Lula assina lei de incentivo à reciclagem no Brasil

Objetivo é reduzir custos operacionais e dinamizar cadeia produtiva do setor

15/07/2024
Notícias

Julho Sem Plástico é um convite para a reflexão

Ideia surgiu para desafiar pessoas a reduzirem consumo de plásticos descartáveis

12/07/2024
Dicas de Reciclagem

Lojas Melissa têm pontos de coleta de calçados da marca

Iniciativa de sustentabilidade garante destinação adequada aos chinelos e sandálias

11/07/2024