Recicla Sampa - Governo Lula recria Programa Pró-Catadores para Reciclagem Popular
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Governo Lula recria Programa Pró-Catadores para Reciclagem Popular

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Objetivo é promover cultura de protagonismo e defesa dos direitos dos catadores. Foto: Ricardo Stuckert

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou no dia 13 de fevereiro dois decretos para promover o protagonismo dos catadores no processo de reaproveitamento de materiais recicláveis e reutilizáveis no Brasil.

A cerimônia contou com a participação do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo, e da Ministra do Meio Ambiente e Mudança de Clima, Marina Silva.

Os atos também viabilizam uma importante mudança no modelo atual de economia circular e logística reversa, que agora passa a ser pauta prioritária para o desenvolvimento sustentável do país.

O primeiro decreto institui o Programa Diogo Sant’ana Pró-Catadoras e Catadores para a Reciclagem Popular, recriação do antigo Programa Pró-Catador, extinto pelo governo passado.

O segundo decreto cria três novos instrumentos: o Certificado de Crédito de Reciclagem; o Certificado de Estruturação e Reciclagem de Embalagens em Geral; e o Crédito de Massa Futura.

“Nosso objetivo é promover uma cultura de protagonismo e em defesa dos direitos dos catadores na cadeia de reciclagem. A medida não apenas recria, mas sobretudo atualiza o antigo Programa Pró-Catador”, informa em nota a assessoria do Planalto.

Programa Diogo Sant’ana

O nome é uma homenagem ao advogado e ativista Diogo Santana, morto no fim de 2020 ao encostar em uma grade eletrificada em uma praia de Florianopólis (SC).

O militante teve atuação destacada nos governos Lula e Dilma na implementação de políticas de reciclagem e sustentabilidade, priorizando a inclusão dos catadores nos processos.

“A Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis, que também teve o advogado como um importante assessor jurídico, saúda esta decisão do governo federal em homenagear Santana, profissional competente e defensor dos direitos dos catadores e das populações mais vulneráveis do país”, comemorou a ANCAT em suas redes sociais.


Últimas

Dicas de Reciclagem

Brasil produz 2,4 milhões de toneladas de eletrolixo por ano

Entenda o que é saiba onde descartar lixo eletrônico na cidade de São Paulo

18/06/2024
Notícias

São Paulo lança programa para melhorar gestão de resíduos

Projeto busca modernizar infraestrutura de tratamento e destinação do lixo no estado

17/06/2024
Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024