Guaraná Antártica passa a ser engarrafada em pets 100% recicladas

02/05/2022

Imagem - Meta do fabricante é distribuir todos os seus produtos em embalagens sustentáveis até 2025. Foto: Divulgação

Meta do fabricante é distribuir todos os seus produtos em embalagens sustentáveis até 2025. Foto: Divulgação

Um dos produtos símbolos do Brasil, o Guaraná Antártica passou a ter toda a sua produção engarrafada em pet 100% recicladas.

O anúncio foi feito no último mês de abril pela Ambev, gigante brasileira do ramo de bebidas e fabricante do famoso refrigerante, que hoje em dia está presente em prateleiras e geladeiras de dezenas de países do mundo.

De acordo com o setor de sustentabilidade da companhia, o sucesso da iniciativa se deve à uma nova tecnologia, que permite que qualquer outra embalagem pet, independente da cor, possa ser transformada em uma garrafa de Guaraná.

Ainda segundo a Ambev, a meta é construir um catálogo com embalagens retornáveis ou predominantemente produzidas de material reciclado até 2025, ano em que vence o primeiro prazo do Acordo de Paris.

Para cumprir esse objetivo e fechar o ciclo da economia circular nos seus processos de fabricação, a empresa já fechou importantes parcerias com o ValGroup Deink, Green Mining e growPack.

Diretora de marketing e inovações de refrigerantes da Ambev, Juliana Grinberg afirma que o processo de fabricação com pet reciclável, além de ser uma conquista, mostra para o mercado que é possível seguir por um caminho mais sustentável.

“Uma marca que nasceu do coração da Amazônia ser a primeira de refrigerantes a alcançar esse feito no Brasil nos orgulha e, mais do que isso, dita o rumo do mercado, não apenas da categoria, mas em outros segmentos também”, comemora Juliana.

“Nosso compromisso com a sustentabilidade de nossos produtos não é de hoje. Sabemos que a nossa meta é ambiciosa, mas ela acompanha o tamanho do nosso comprometimento em solucionar o impacto da poluição plástica no meio ambiente”, completa Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade de Ambev.

Texto produzido em 2/5/2022

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados