Iniciativa brasileira de compostagem é premiada na Alemanha

16/08/2019

Imagem - Programa Revolução dos Baldinhos também possui reconhecimento da ONU. Foto: Divulgação / Ministério do Meio Ambiente

Programa Revolução dos Baldinhos também possui reconhecimento da ONU. Foto: Divulgação / Ministério do Meio Ambiente

Durante a Semana Internacional Verde, em Berlim, o projeto Revolução dos Baldinhos foi premiado pela organização World Future Council (WFC) como prática agroecológica de excelência. A iniciativa foi reconhecida por promover a compostagem e o desenvolvimento da agricultura urbana na região de Florianópolis, e contemplar os critérios de sustentabilidade da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Criado em 2008, na comunidade Chico Mendes, a ação tinha como principal objetivo solucionar um problema grave de contaminação pelo descarte incorreto do lixo, que chegou a causar uma infestação de ratos e até a morte de moradores.

Ao instruir a população sobre a reciclagem de sobras de comida e como transformá-las em composto orgânico, o programa dispõe baldes (o que deu origem ao nome do projeto) entre os moradores para a separação de seus resíduos orgânicos. Depois, este material é recolhido e levado para os pátios de compostagem, onde viram adubo e são entregues aos moradores para que utilizem em suas hortas. Com essa conduta, o lixo que segue para a coleta pública fica seco e sem mau cheiro, não atraindo animais.

A Revolução dos Baldinhos também já foi reconhecida pelo Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e pela Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social, de quem recebeu um prêmio nacional em 2011.

 

Fontes: Ciclo VivoFolha de S.PauloNSC TotalONU BR

 

Texto produzido em 13/02/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados