Recicla Sampa - Lixo nas praias: bitucas e plástico são campeões da poluição
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Lixo nas praias: bitucas e plástico são campeões da poluição

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Bitucas na praia. Foto: Maciej Bledowski / Shutterstock.com

Divulgado no ano passado, um estudo coordenado pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) revelou que a cada 8 quilômetros de praias no Brasil são encontradas nada menos que 200 mil bitucas de cigarro. 

Ainda segundo a pesquisa, nesses mesmos 8 quilômetros, os banhistas vão se deparar com 15 mil lacres, tampas e anéis de lata, 150 mil fragmentos de plásticos diversos, 7 mil palitos de sorvete e churrasco e 19 mil hastes plásticas de pirulitos e cotonetes. 

Os dados foram resultado da segunda fase do projeto Lixo Fora D’Água, que visa combater as fontes de poluição marinha por resíduos sólidos. 

A inciativa foi capitaneada pela Abrelpe, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Santos e com Agência de Proteção Ambiental da Suécia. 

O projeto existe desde 2018 e nesse período identificou que as três principais fontes de poluição marinha são as comunidades nas áreas de palafitas, os canais de drenagem que atravessam a malha urbana e a própria orla da praia em sua faixa de areia. 

De acordo com o estudo, além das bitucas, os resíduos mais encontrados nas praias são os materiais plásticos e o isopor: plástico filme, pequenos tubos plásticos, hastes plásticas e isopor (52,5%); a bituca de cigarro, responsável por 40,4% do lixo coletado; e borracha, metal, madeiras, embalagens e outros (7,11%). 

“Os resultados desse projeto inédito são fundamentais para enfrentar o problema do lixo no mar. Mais do que limpar praias e retirar resíduos do oceano, o plano de ação permitirá às cidades o desenvolvimento de melhores práticas para evitar que os resíduos continuem a poluir o estuário e a orla da praia”, disse o diretor presidente da Abrelpe, Carlos Silva Filho.

Texto produzido em 20/12/2021


Últimas

Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024
Notícias

O que é Ecodesign e qual sua importância para a sustentabilidade

Tendência busca minimizar impactos ambientais durante o ciclo de vida dos produtos

12/06/2024
Notícias

São Paulo tem o maio mais quente em 81 anos

Entenda como a reciclagem contribui para conter o aquecimento global

11/06/2024