Mercado canadense permite uso de potes para embalar produtos

31/01/2020

Imagem - Estabelecimento pede apenas que consumidores levem seus potes limpos para não comprometer a higiene de seus produtos. Foto: Chad Hipolito / The Canadian Press

Estabelecimento pede apenas que consumidores levem seus potes limpos para não comprometer a higiene de seus produtos. Foto: Chad Hipolito / The Canadian Press

Vários supermercados ao redor do mundo já estão incentivando seus visitantes a aderirem ao uso de bolsas reutilizáveis para carregarem suas compras. Mas a rede canadense Metro decidiu combater também o uso de embalagens de utilização única, e começou a aceitar potes, sacolas e sacos herméticos (popularmente conhecidos como Zip Lock) levados pelos fregueses. A ação iniciou sua fase de testes em 22 de abril de 2019.

Os reutilizáveis estão sendo aceitos pela companhia para embalar itens do setor de mercearia, padaria, frios, massas, carnes, peixes, frutos do mar e comidas prontas para consumo. O principal objetivo é combater o lixo excessivo e sem utilidade gerado pelos embrulhos de suas mercadorias. A conscientização ecológica da empresa não para por aí. Outros projetos foram estabelecidos visando a minimizar e gerenciar resíduos, diminuir o desperdício de alimentos, aperfeiçoar recipientes e aumentar a produtividade energética de suas unidades.

“Queremos reduzir o uso de embalagens plásticas descartáveis. É por isso que implementamos uma estrutura simples para os clientes trazerem seus próprios contêineres de casa sem comprometer a qualidade ou a segurança dos produtos que compram em nossas lojas”, disse Marc Giroux, vice-presidente do comércio.

A organização pede apenas para que os usuários levem embrulhos higienizados e que não contenham nenhum tipo de logotipo, marca ou código de barras impressos. Essas recomendações são normas impostas pelo Ministério da Alimentação e Agricultura do Canadá. A norma por enquanto tem sido testada em três lojas no estado do Quebec, localizadas nas regiões de Drummondville, L’Ancienne-Lorette e Saint-Eustache. Segundo a publicação do veículo CBC, este é o primeiro grande estabelecimento do país a aderir à causa sustentável.

Fontes: Hypeness e CBC

Texto produzido em 15/08/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados