Recicla Sampa - Movimento debate moda sustentável e consumo consciente no Brasil
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Movimento debate moda sustentável e consumo consciente no Brasil

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Foto: Fancy Crave / Unsplash

Você já parou para pensar de onde vem suas roupas? Quais os impactos que as confecções promovem no meio ambiente? Para se ter ideia, o poliéster, fibra mais utilizada na produção de roupas, gasta em sua fabricação 70 milhões de barris de petróleo, e leva quase 200 anos para se biodegradar. Visando conscientizar os fashionistas, o movimento mundial Fashion Revolution está promovendo uma semana de atividades a fim de tornar o ramo da moda mais sustentável e consciente.

A Semana Fashion Revolution Week 2019 acontece entre os dias 22 e 28 de abril, em diversas regiões do país e do mundo e envolve marcas, artistas e consumidores em prol da causa. A edição desse ano terá ações voltadas para mudança cultural, industrial e política. No Brasil, os temas serão abordados em painéis, workshops, exposições e palestras que vão acontecer em 53 cidades, de 20 estados.

“Esperamos iniciar um processo de descoberta, aumentando a conscientização de que a compra é apenas o último passo de uma longa jornada que envolve centenas de pessoas, e realçando a força de trabalho invisível por trás das roupas que vestimos”, afirmou Orsola de Castro, co-fundadora da ação em comunicado oficial da organização.

A campanha, que atua há quase 5 anos no Brasil, surgiu após o desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh, na Índia, em 24 de abril de 2013. O acidente tirou a vida de 1.134 trabalhadores e deixou mais de 2.500 feridos. As vítimas dessa tragédia trabalhavam em condições de escravidão para grandes companhias globais. Pelas redes sociais, o projeto viralizou com o desafio #QuemFezMinhasRoupas, que incentiva os internautas a publicarem uma selfie com a etiqueta da marca que está vestindo junto à hashtag.

A intenção é que os consumidores questionem as marcas sobre a mão de obra aplicada durante a produção de suas mercadorias. Em São Paulo, o circuito promoverá uma roda de conversa com a deputada Tabata Amaral sobre moda e política, no Unibes Cultural, em Pinheiros. Para conferir a programação completa acesse o site da instituição ou a página oficial no Facebook.

Fontes: Facebook Fashion Revolution Brasil, Site Fashion Revolution

Texto produzido em 24/04/2019


Últimas

Notícias

São Paulo lança programa para melhorar gestão de resíduos

Projeto busca modernizar infraestrutura de tratamento e destinação do lixo no estado

17/06/2024
Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024
Notícias

O que é Ecodesign e qual sua importância para a sustentabilidade

Tendência busca minimizar impactos ambientais durante o ciclo de vida dos produtos

12/06/2024