Recicla Sampa - ONG instala barreira para conter tsunami de lixo plástico
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

ONG instala barreira para conter tsunami de lixo plástico

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Cerca de 80% do lixo plástico chegou aos oceanos por vias fluviais. Foto: TAUFIK ART / shutterstock.com

Famosa por ter inventado uma tecnologia capaz de coletar em larga escala o lixo dos oceanos, a The Ocean Cleanup decidiu atuar na raiz o problema e agora criou uma espécie de barreira para impedir que os resíduos plásticos cheguem aos mares pelos sistemas fluviais.

De acordo com a National Geographic, cientistas constataram que 80% dos resíduos plásticos presentes nos oceanos são provenientes de cerca de mil rios e que a maior parte do lixo é transportada por pequenos canais que cortam áreas urbanas e densamente povoadas.

Em 2022, durante a primeira fase de testes da barreira no rio de Las Vacas, Guatemala, famoso pela tsunami diária de lixo plástico, a nova tecnologia se mostrou parcialmente eficaz, obrigando a equipe do projeto a rever alguns procedimentos.

Neste momento, o pessoal da The Ocean Cleanup realiza uma segunda fase de testes e segundo informações publicadas na página da organização no Instagram, tudo indica que dessa vez funcionou.

“Esse rio apresenta desafios como nenhum outro. Se nosso projeto for bem-sucedido, acreditamos que ele vai ajudar a conter a poluição no Golfo de Honduras e contribuirá para águas mais limpas e saudáveis ​​para o planeta”, afirma o jovem empresário holandês Boyan Slat, fundador da ONG.

Barricada Interceptora

A barricada consiste em um sistema de barreiras flutuantes extremamente pesadas posicionadas ao longo do rio. Além de conseguir coletar o lixo plástico, ela permite que o fluxo de água corra normalmente.

Cada uma das barreiras está acorrentada em duas fundações de concreto nas margens. As fundações consistem em grandes âncoras de peso morto, cada uma fixada com seis estacas de 8,5 metros de profundidade.

Nessa segunda fase de testes, a tecnologia já conseguiu coletar 850 mil toneladas de resíduos.

“Agora, aguardamos o verdadeiro teste: uma forte inundação e um tsunami de lixo trazendo centenas de toneladas de plástico em apenas algumas”, informa Slat.  

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por The Ocean Cleanup (@theoceancleanup)


Últimas

Notícias

Plataforma inclusiva busca impulsionar reciclagem no Brasil

Reciclar pelo Brasil atua com foco na regularização e profissionalização de cooperativas

28/05/2024
Notícias

Catadores se mobilizam pela reciclagem de papel no Brasil

Representantes da indústria e do governo federal receberam entidades do setor em Brasília

27/05/2024
Notícias

Coopercaps e colégio Portinari promovem coleta de lixo eletrônico

Urnas serão instaladas na próxima quarta-feira na instituição de ensino da zona sul

24/05/2024
Notícias

Enchentes devem gerar 47 milhões de toneladas de lixo no RS

Estimativas indicam cerca de 19 milhões de toneladas de escombros de casas e edifícios

23/05/2024