Primeira casa sustentável do Brasil é feita com materiais reutilizados

07/01/2020

Imagem - Projeto é fruto de uma viagem do casal Yuri e Vera Sanada, que passou por cerca de 40 países  conhecendo as mais diversas alternativas sustentáveis. Foto: Hypeness / Casa Orgânica

Projeto é fruto de uma viagem do casal Yuri e Vera Sanada, que passou por cerca de 40 países conhecendo as mais diversas alternativas sustentáveis. Foto: Hypeness / Casa Orgânica

Sete mil pneus, três mil garrafas PET e cinco mil latinhas de alumínio formam a estrutura da primeira casa sustentável do Brasil. Batizado de "Casa Orgânica", o projeto é fruto de uma viagem do casal Yuri e Vera Sanada, que passou por cerca de 40 países  conhecendo as mais diversas alternativas sustentáveis. O imóvel fica localizado na região de Joanópolis, no estado de São Paulo. "Enquanto as construções brasileiras desperdiçam em média 30% de materiais, a Casa Orgânica tem por objetivo atingir índice zero de desperdício", explica o casal em vídeo.

No lugar dos tijolos, a casa utiliza pneus servíveis doados por uma indústria depois que o projeto ganhou certificação do Ibama. Preenchidos com terra compactada para sua sustentação, cada pneu pesa cerca de 100 quilos e dá à estrutura paredes grossas com isolamento térmico e acústico. "Ao utilizarmos pneus nas paredes, deixamos de queimar em torno de 100 árvores na produção dos tijolos", explica Vera em vídeo. As latinhas e as garrafas de plástico compradas de catadores servem para serem colocadas no vão, que é formado entre os pneus, reforçando a base da parede. Esses materiais também são utilizados na produção de uma escada interna que dá acesso ao segundo andar da habitação.

Para a preparação do piso, foram utilizados pedaços de pneus picados ao invés da brita, com a função de isolar o chão do contrapiso. Este, por sua vez, foi produzido com pó de pneu bem fino e cimento ecológico CPIII, feito de resíduos industriais. Com 450m², conta ainda com um telhado verde, com uma horta e claraboias, que permitem a entrada de luz natural, oferecendo uma temperatura agradável dentro da edificação. “A casa produz sua própria energia através do vento, do sol e de biogás e recicla a água até duas vezes, reduzindo em até 60% o consumo de uma casa convencional", explica no site.

O objetivo é que o projeto sirva de modelo para comunidades, prefeituras e entidades que queiram adotar esse médoto de construção consciente.

“Esperamos que os ensinamentos deste projeto sejam aproveitados pelo maior número de pessoas e, por isso, a tecnologia será disponibilizada gratuitamente para entidades e interessados”, reforça o casal na apresentação do projeto no site.

Fontes: Hypeness, Casa Orgânica, Youtube

Texto produzido em 31/01/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados