Recicla Sampa - Sem plástico no hortifrúti, rede de mercados aumenta vendas em 300%
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Sem plástico no hortifrúti, rede de mercados aumenta vendas em 300%

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1

Supermercados devem sempre ser elogiados por proibir sacolas plásticas, mas há outro inimigo de uso único no radar dos ambientalistas: as embalagens de frutas e legumes.

Para os consumidores ecologicamente engajados, uma das coisas mais frustrantes ao ir a um supermercado é ver coisas como uma fruta solitária embalada numa bandeja de isopor, embrulhada em algum tipo de plástico.

Foi exatamente por isso que na Nova Zelândia a rede de supermercados New World abandonou o uso do plástico nas embalagens de praticamente todas as frutas e vegetais.

A iniciativa inclui as ações do que ficou conhecido como “Food In The Nude” (Comida Nua), movimento da rede que busca promover a venda de comida sem embalagens de uso único. 

Mas a parte mais incrível dessa história ainda está por vir. Depois que o conceito foi introduzido, de acordo com o proprietário da New World, as vendas de alguns produtos aumentaram até 300%.

"Notamos aumentos semelhantes em variedades de vegetais, como beterrabas e rabanetes”, contou Nigel Bond ao jornal NZ Herald.

Em resumo, o lance deu tão certo que outras nove unidades da rede de supermercados abraçaram a iniciativa e também participam do Food In The Nude.

Esforços como esses, somados à proibição de itens de uso único e à legislações cada vez mais rígidas, fazem parte de um movimento necessário que busca a todo custo frear a poluição plástica, um problema de 6,3 bilhões de toneladas todos os anos no mundo.

VOCÊ PODE AJUDAR!

O seu papel é fundamental para a redução do uso do plástico ou para seu reaproveitamento. Uma primeira dica é verificar se a produção do que você anda usando em casa é feita com plástico reciclável. Para isso, basta procurar o símbolo da reciclagem nas embalagens. São aquelas setinhas que apontam uma para outra em formato triangular.

A segunda dica é separar o lixo em dois: comum e reciclável. Assim, você garante que os resíduos plásticos sejam encaminhados para uma Central Mecanizada de Triagem ou para uma cooperativa de catadores de lixo reciclável.

Texto produzido em 16/02/2022


Últimas

Dicas de Reciclagem

Brasil produz 2,4 milhões de toneladas de eletrolixo por ano

Entenda o que é saiba onde descartar lixo eletrônico na cidade de São Paulo

18/06/2024
Notícias

São Paulo lança programa para melhorar gestão de resíduos

Projeto busca modernizar infraestrutura de tratamento e destinação do lixo no estado

17/06/2024
Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024