Starbucks transforma resíduos plásticos em móveis

12/12/2019

Imagem - Depois de se comprometer a encerrar o uso de canudos plásticos, Starbucks está empenhada em transformar resíduos em mobiliários para as unidades. Foto: Starbucks / Divulgação

Depois de se comprometer a encerrar o uso de canudos plásticos, Starbucks está empenhada em transformar resíduos em mobiliários para as unidades. Foto: Starbucks / Divulgação

Importantes marcas mundiais estão empenhadas em reduzir seus impactos ambientais. E para isso, grandes parcerias estão nascendo. Exemplo disso é a iniciativa da rede norte-americana de cafés Starbucks, que depois de se comprometer a encerrar o uso de canudos plásticos até 2020, agora está empenhada em transformar recipientes e tampas descartados em cadeiras, mobiliários e tecidos decorativos para suas unidades.

A empresa firmou uma parceria com a Pentatonic, organização europeia especializada em fabricar objetos sustentáveis com artigos pós-consumo. A empresa utiliza como componente para as criações desde DVDs velhos a telas de smartphones. “Para apoiar a Starbucks com seu plano de diminuir sua pegada ambiental por meio do design inovador da loja, estamos trabalhando juntos na criação de móveis e têxteis a partir de seus próprios resíduos”, informou a instituição em sua página oficial.

O primeiro resultado da colaboração é a reprodução da tradicional poltrona Bean Chair, que foi confeccionada através de garrafas PET e nas embalagens de plástico. De acordo com a corporação, o estofado do assento será produzido da mesma matéria-prima. “A cadeira 'Bean' da Starbucks é modular, pode ser plana e é predominantemente feita com polietileno tereftalato, comumente conhecido como P.E.T., o material encontrado em garrafas plásticas de água e copos de frappuccino. O estofamento também usa o mesmo material", afirma o site.

Segundo publicação da Revista Casa e Jardim, o protótipo da peça foi exposto durante o Festival de Design de Londres e a ideia é que seja encaminhado para franquias da região. Por enquanto, a ação abrange somente filiais do Starbucks na capital inglesa, mas a intenção é de expansão para vários países onde o empreendimento está presente, e também de que novos utensílios surjam por meio da campanha.

Fontes: Catraca Livre, Revista Casa e Jardim, Embalagem e Marca

Texto produzido em 07/10/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados