Recicla Sampa - Unilever lança primeira garrafa feita com resíduos plásticos
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Unilever lança primeira garrafa feita com resíduos plásticos

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Plástico poluindo a praia. Foto: Horus2017/shutterstock.com

A Unilever lança sua primeira garrafa feita com plásticos recolhidos do mar brasileiro. No início de 2017, em parceria com o grupo WWF-Brasil, a companhia retirou 1,5 tonelada de plástico das praias do Rio de Janeiro e de Pernambuco.

O novo produto chega com edição limitada de 18 mil unidades de sabão líquido OMO. Embora pontual, a investida inicia o uso do plástico reciclado em todas as garrafas da marca de detergente.

Com a ação, a Unilever espera diminuir a demanda por plástico novo, deixando de usar mais de 500 toneladas desse material por ano. Além de colaborar com a cadeia de plástico reciclado, a empresa produzirá o material em parceria com cooperativas de reciclagem.

Repensando as embalagens

Repensar o uso do plástico é uma bandeira que a Unilever tem levantado. A companhia quer atingir a meta de 25% de plástico reutilizado em todas as embalagens até 2025.

Para alcançar o objetivo, a empresa mobiliza todas as suas marcas. No setor de cuidados pessoais, por exemplo, foram os produtos para cabelos que iniciaram a redução do material, como o lançamento do shampoo Seda Pretos Luminosos, feito com pelo menos 1/3 de plástico reciclado, e as novas embalagens de TRESemmé, que usam 20% a menos de plástico.

Em uma pesquisa feita com 20 mil consumidores, a diretora de marketing da Unilever, Giovanna Gomes, mostrou que 54% querem comprar de forma sustentável, 33% já adotam marcas sustentáveis e 21% querem o direito de escolha para marcas que tenham metas de sustentabilidade claras.

De acordo com a diretora, as marcas da empresa com mais apelo sustentável tiveram crescimento 46% mais rápido do que o restante, gerando 70% do crescimento da companhia em 2017. As novas embalagens de OMO terão selos que indicarão que seus produtos têm impacto reduzido no meio ambiente.

Para saber mais detalhes, confira a entrevista da diretora de marketing da companhia ao site da Exame.com.


Últimas

Notícias

Brasil pode alcançar 95% de energia renovável até 2026

Pesquisa coloca país na vanguarda mundial da transição energética

04/03/2024
Notícias

Dia Mundial dos Catadores de Lixo Reciclável celebra luta da categoria

Data promove reflexão sobre responsabilidade coletiva em dar dignidade aos trabalhadores

01/03/2024
Notícias

Cidades do futuro e os caminhos para um mundo sustentável

Demandas apontam para harmonia entre desenvolvimento urbano e preservação ambiental

29/02/2024
Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024