Recicla Sampa - Voluntários coletam 3 toneladas de lixo no Everest
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Voluntários coletam 3 toneladas de lixo no Everest

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Montanha de maior altitude do planeta não está livre dos impactos gerados pelo homem. Foto: Ananya Bilimale / Unsplash

O Monte Everest, montanha de maior altitude do planeta cujo pico está a 8.848 metros acima do nível do mar, também não está livre dos impactos gerados pelo homem. Cada vez mais aventureiros têm se submetido à difícil tarefa de escalar a montanha e isso tem ampliado a quantidade de sujeira deixada no espaço. Agora, uma equipe de limpeza especializada vem se esforçando para reverter essa situação.

Organizado pela Associação de Montanhismo e o setor de turismo do Nepal, no Himalaia, um grupo formado por 14 voluntários habilitados seguiu com a missão de coletar 10 toneladas de lixo até 29 de maio, data em que se comemora o 66º aniversário da primeira subida ao pico. “Estou espantada por ver tantas pessoas comuns, organizações não governamentais e militares fazendo esse trabalho”, declarou Ang Tshering, ex-presidente da Associação ao jornal português Expresso. Em apenas duas semanas, os participantes coletaram três toneladas de materiais.

Entre os objetos recolhidos estão: latas vazias, garrafas, plásticos e apetrechos de escalação, do acampamento-base e dos arredores, onde os alpinistas se preparam para subir. Um helicóptero militar foi usado para ajudar nas remoções.

No entanto, um dos grandes problemas que tem sido encontrado pelos voluntários são os dejetos humanos deixados no local, tratando-se de grande parte dos resíduos encontrados por lá. Segundo o site Green Me, estima-se que cada alpinista produza ao longo de dois meses, período de duração do trajeto, cerca de 27 quilos de excrementos. Por acabarem congelando, esses itens não se decompõem no solo. Portanto, alternativas para converter esses detritos em fertilizantes ou gás metano têm sido estudadas.

Mas a poluição não é um dilema novo para as autoridades e comunidades locais. Desde 2011, ações regulares vêm sendo desenvolvidas para retirar elementos do Everest. Em 2014, o governo passou a oferecer recompensas a quem voltar a base com pelo menos 8kg de artigos. De acordo com o jornal Folha, oito integrantes da iniciativa estão atualmente limpando o camping 2, a 6.400 metros de altura, e grupos de três pessoas devem subir à unidade 4, a 7.950 metros, onde ficarão por 15 dias.

Fontes: Folha de São Paulo,Green MeUol

Texto produzido em 09/10/2019


Últimas

Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024
Notícias

O que é Ecodesign e qual sua importância para a sustentabilidade

Tendência busca minimizar impactos ambientais durante o ciclo de vida dos produtos

12/06/2024
Notícias

São Paulo tem o maio mais quente em 81 anos

Entenda como a reciclagem contribui para conter o aquecimento global

11/06/2024