Recicla Sampa - A coleta dos Resíduos de Serviços de Saúde
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

A coleta dos Resíduos de Serviços de Saúde

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Coleta dos resíduos dos serviços de saúde. Foto: Antônio Brasiliano

São Paulo é uma das maiores cidades do mundo. E dos seus 12 milhões de habitantes, cerca de 7 milhões dependem exclusivamente do SUS, que gera toneladas de Resíduos de Serviços de Saúde todos os anos.

Além disso, são milhares de hospitais e clínicas particulares, tatuadores, veterinários, dentistas, entre outros estabelecimentos, grandes e pequenos geradores de RSS, espalhados pelos quatro cantos da capital. 

Mas São Paulo tem um sistema especial de coleta para RSS? E como a Prefeitura faz para recolher de forma adequada esses resíduos, alguns muito perigosos para a saúde e para o meio ambiente?

Bom, a resposta é sim. A cidade conta com um amplo e moderno esquema de coleta, transporte e destinação correta dos Resíduos de Serviços de Saúde. O trabalho é realizado por duas concessionárias: a Loga e a Ecourbis.

É exatamente esse importantíssimo trabalho, exemplo de eficiência no Brasil, que vamos apresentar em detalhes no documentário. 

Em breve você confere o doc no site, nas redes e no canal do Youtube do Recicla Sampa!  

Texto produzido em 22/02/2021


Últimas

Notícias

Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia

Encontro busca definir prioridades e desenvolver legislação ambiental internacional

26/02/2024
Notícias

Indicadores da coleta de lixo melhoram no Brasil, indica Censo

Com 99% da população atendida, São Paulo e outras capitais lideram ranking brasileiro

23/02/2024
Notícias

Um caminhão de roupas é descartado por segundo no mundo

Indústria da moda é responsável por 10% das emissões de gases do efeito estufa

22/02/2024
Dicas de Reciclagem

Iniciativa instala pontos de coleta de lixo eletrônico em estações da CPTM

Pontos de Entrega Voluntária ficarão instalados em cinco estações até 29 de março

21/02/2024