Aprenda a fazer adubo natural em casa com resíduo orgânico

25/06/2019

Imagem - Produza seu próprio adubo. Foto: Carol Buenosia / Pexels

Produza seu próprio adubo. Foto: Carol Buenosia / Pexels

Já ouviu falar sobre o húmus? Ele é um excelente produto natural, gerado por resíduos orgânicos. Pode ser usado para nutrir o solo do seu jardim, horta ou outras plantações. A novidade é que você mesmo pode produzir seu próprio adubo por meio de uma composteira. E o melhor: em apenas seis passos simples.  

1. Escolha um local na sua casa

Prefira um local que proteja a sua composteira da chuva e do sol. De preferência, um lugar fechado e que tenha ventilação.

2. Adquira três caixas do mesmo tamanho

Arranje três caixas que possam ser empilhadas com tampa. Veja algumas sugestões de tamanho:

30 x 40 x 15 cm de altura – para casa com dois moradores;

45 x 60 x 30 cm de altura – para residência com até cinco pessoas.

3. Fure duas caixas

Com uma furadeira, fure o fundo de duas caixas. Os buraquinhos devem ter cerca de meio centímetro de diâmetro.

4. Coloque terras e minhocas

Em uma das caixas que você furou, coloque um pouco de terra e minhocas (cerca de 600 ml). Detalhe: não são minhocas quaisquer, são as próprias para compostagem (geralmente chamadas de minhocas californianas). Lojas de jardinagens têm sacos de terra que já vêm com minhocas. O custo está entre R$ 70 a R$ 120.

Enterre o material orgânico úmido (cascas e restos de frutas, legumes e verduras) e misture com resíduos secos (folhas secas, pedaços de jornal – sem tinta colorida ou papel brilhante, serragem, casca de coco, raízes, etc)

5. Hora de empilhar as caixas

Coloque as três caixas uma em cima da outra e tampe. A caixa furada precisa ser a primeira, a que está cheia (a do passo 4) deve ficar no meio e a sem furos embaixo. A última armazenará o chorume que será gerado durante o processo de compostagem. Esse líquido tem alto teor de nutrientes e é um ótimo adubo para as plantas. Use-o quando for regá-las.

6. Caixa cheia, mude de lugar

Chegará um período que a caixa do meio ficará cheia. Passe-a para a parte superior e coloque a que estava em cima no meio. Então, as minhocas ficarão no topo. Elas continuarão produzindo o húmus. O chorume escorrerá, tornando a terra rica em adubo. É importante ficar alimentando as minhocas com resíduo orgânico para que o processo sempre continue.

Pronto! Você já tem um sistema de compostagem funcionando em casa.

Dicas importantes

- Uma dica para manter o resíduo orgânico intacto é congelar as sobras e na hora de alimentar a composteira, descongelar.

- Frutas cítricas, como laranja ou limão, devem secar no sol antes de ir para a composteira. O excesso de acidez prejudica a decomposição.

Nunca coloque na composteira

- Bitucas e cinzas de cigarro

- Carne (Minhocas não gostam de carne, além disso a lenta decomposição pode atrair moscas e baratas)

- Comida temperada

- Gorduras

- Óleos

- Ração de animais de estimação

- Vegetais podres

Sempre coloque na composteira

- Cascas e restos de frutas, legumes e verduras

- Folhas secas e resto de podas

- Grama seca

- Papel de jornal

- Papel sulfite

- Papelão

- Pó de café com coador de papel

- Raízes

- Saquinhos de chás

- Serragem de madeira

Estou sem tempo de fazer uma composteira e gostaria muito de ter uma. O que faço?

Existem empresas que já fazem composteiras domésticas e elas estão prontas para uso. Confira alguma delas:

Morada da Floresta

Leroy Merlin

Americanas

Mercado Livre  

 

Fonte: M de Mulher;  Catraca Livre; Composta São Paulo; Flávio Andrade (Agrônomo)

 

Texto produzido em 08/11/2018

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados