Brasil recicla quase 25% do lixo plástico, mas ainda é pouco

05/01/2022

Imagem - Fardos de plástico aguardam para serem reciclados. Foto: Chanchai phetdikhai / Shutterstock.com

Fardos de plástico aguardam para serem reciclados. Foto: Chanchai phetdikhai / Shutterstock.com

Em 2020, 23% das embalagens plásticas que utilizamos em casa deixaram de ir para os aterros sanitários ou para o meio ambiente e foram reinseridas na cadeia da Economia Circular, transformando-se em novos produtos.  

O dado acima inclui um estudo do Plano de Incentivo à Cadeia do Plástico da Abiplast (Associação Brasileira da Indústria de Plástico) e indica uma tendência de estabilidade.

Antes da pandemia, em 2019, 24% dessas embalagens deixaram de poluir a natureza e foram reaproveitadas. No ano anterior, em 2018, pouco mais de 22% foram recicladas.

Para se ter uma ideia, a campeã de reciclagem no mundo é a Alemanha, com mais de 60% dos resíduos sólidos urbanos reciclados. Em seguida vem Coréia do Sul (59%), Áustria (58%), Eslovênia (58%) e Bélgica (55%).

Ainda de acordo com os dados divulgados pela Abiplast, quase 169 mil toneladas de lixo plástico foram perdidas durante o reaproveitamento. Isso representa um aumento de 24,5% em comparação a 2019.

O principal motivo para essa perda é a contaminação da sucata plástica por materiais indesejados, principalmente resíduos de origem doméstica.

VOCÊ PODE AJUDAR!

O seu papel é fundamental para a redução do uso do plástico ou para seu reaproveitamento. Uma primeira dica é verificar se a produção do que você anda usando em casa é feita com plástico reciclável. Para isso, basta procurar o símbolo da reciclagem nas embalagens. São aquelas setinhas que apontam uma para outra em formato triangular.

A segunda dica é separar o lixo em dois: comum e reciclável. Assim, você garante que os resíduos plásticos sejam encaminhados para uma Central Mecanizada de Triagem ou para uma cooperativa de catadores de lixo reciclável.

CASO VOCÊ AINDA NÃO PRATIQUE A COLETA SELETIVA, AÍ ESTÃO ALGUMAS DICAS PARA COMEÇAR! FAÇA SUA PARTE!

Tenha duas lixeiras em casa para separar o lixo comum do reciclável, isso facilita o processo. Higienize suas embalagens antes de descartá-las para a coleta, o importante é utilizar água de reuso ou guardanapos sujos no procedimento. Fique atento aos dias e horários que o caminhão da coleta seletiva passa na sua residência, não misture os sacos do comum com os recicláveis. Coloque o lixo para coleta com poucas horas de antecedência, assim, ele não corre o risco de ser levado pela chuva, entupindo bueiros e causando enchentes.

Texto produzido em 5/1/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados