Campari conquista Certificação Lixo Zero

02/06/2022

Imagem - Empresa comprova gestão correta de 98% dos resíduos gerados em suas atividades. Foto: Divulgação

Empresa comprova gestão correta de 98% dos resíduos gerados em suas atividades. Foto: Divulgação

Gigante do mercado de bebidas, a Campari conquistou neste mês a Certificação Lixo Zero, emitida pela representante brasileira da Aliança Internacional Lixo Zero (ZWIA).

De acordo com a equipe do Lixo Zero Brasil, a empresa recebeu o certificado após ter comprovado a correta gestão de mais de 98% dos resíduos gerados em suas atividades.

Agora, a companhia, que tem mais de 50 marcas em seu portfólio, passa a ser um exemplo para o país, sendo a primeira do segmento a obter o selo, resultado de uma parceria com a Co.circular, hub especializado em soluções sustentáveis.   

Diretor do Lixo Zero Brasil, Mateus Peçanha explica que a metodologia da certificação respeita duas etapas.

Na primeira, é verificada a quantidade de resíduos desviados dos aterros e da incineração, considerados os mais nocivos e poluentes.

Na segunda, é avaliada a postura da empresa em relação às Boas Práticas de Governança Coorporativa, sempre com foco na gestão corretas dos resíduos.

Mas a validade do certificado é de apenas um ano. Vencidos os 12 meses, caso a empresa pretenda manter o selo, novas verificações devem ser feitas.

“Olhamos as ações da empresa que têm como objetivo atingir o lixo zero e manter o processo funcionando: governança, treinamento, relatórios com dados, iniciativas de logística reversa e outras frentes”, explica Mateus em entrevista para o Valor.

 “Hoje, somos mais sustentáveis e promovemos o engajamento e a mudança de hábitos de todo o time. E existem também as vantagens financeiras, uma vez que a prática do controle de resíduos nos traz ganhos de melhorias contínuas nos processos, e alinhamento com a estratégia global do Campari Group, satisfazendo um desejo dos acionistas”, comemora Gustavo Rela Bruno, diretor-geral da Campari Brasil.

Texto produzido em 2/6/2022

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados