Recicla Sampa - Celular quebrado vale ouro
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Celular quebrado vale ouro

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Reciclagem de eletrônicos minimiza impactos da mineração no meio ambiente. Foto: Kitthanes / shutterstock.com

Há doze anos, a inglesa Eliza Walter estudava design no ensino médio quando aprendeu sobre o processo de recuperação de metais preciosos retirados do lixo eletrônico.

Enquanto conhecia as instalações de uma fundição da região de Melton Mowbray, o proprietário explicou à Walter que o ouro era principalmente extraído da terra, mas que também havia uma maneira de obtê-lo em aterros sanitários.

Anos depois, Eliza, que guardou a lembrança daquela visita, decidiu pesquisar o lixo eletrônico e ao concluir um curso na British Academy of Jewellery, abriu um negócio online de joias em 2017.

Agora, a ourives projeta peças que são produzidas por cerca de outros 30 ourives freelancers com ouro recuperado de eletrônicos e também de resíduos de tratamentos dentários, como as obturações.

Nos últimos anos, grandes e pequenas marcas recorreram à mineração eletrônica e passaram a fabricar seus itens com metais reciclados de dispositivos como telefones celulares, laptops, consoles de jogos e placas gráficas.

Entre as razões pelas quais o ouro e outros metais preciosos são usados na fabricação de eletrônicos é porque são bons condutores de eletricidade e tendem a resistir à corrosão. Já a reciclagem pode reduzir a necessidade e minimizar o impacto da mineração no meio ambiente.

Em 2020, a maior joalheria do mundo, a dinamarquesa Pandora, anunciou que até 2025 todas as suas joias serão feitas de ouro e prata reciclados, com parte proveniente do lixo eletrônico.

“O lixo eletrônico é um recurso incrível e deve ser usado”, disse Kim Parker, editora de joias e ex-diretora executiva de moda e joias da Harper's Bazaar UK. Ouro reciclado, destacou Parker, “começou sendo uma pequena tendência de consumo, mas agora é algo que os consumidores passaram a exigir”, completa.

Leia a reportagem completa no site do The New York Times


Últimas

Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024
Notícias

O que é Ecodesign e qual sua importância para a sustentabilidade

Tendência busca minimizar impactos ambientais durante o ciclo de vida dos produtos

12/06/2024
Notícias

São Paulo tem o maio mais quente em 81 anos

Entenda como a reciclagem contribui para conter o aquecimento global

11/06/2024