Recicla Sampa - Comida por APP: aprenda a reduzir o lixo produzido
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Comida por APP: aprenda a reduzir o lixo produzido

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Entregador na Av. Paulista. Foto: Recicla Sampa

Uma recente pesquisa da startup de gestão de finanças pessoais Mobillis constatou que os gastos da população com pedidos delivery através do Rappi, iFood e Uber Eats aumentaram 187% em 2020 no Brasil.

Essa nova realidade imposta pela pandemia do coronavírus impactou diretamente a quantidade de lixo gerado pelas pessoas em casa e isso é um problemão para o meio ambiente.

Afinal, quem nunca pediu comida ou compras por um APP e se deparou com uma quantidade enorme de embalagens de papel e isopor, além de muito plástico, boa parte dele de difícil reciclagem, como é o caso do papel filme.

Por isso, o Recicla Sampa organizou uma série de dicas para você diminuir a quantidade de lixo enviado aos aterros sanitários quando for pedir comida por aplicativo. São pequenas atitudes que podem fazer uma grande diferença.

Primeiro, como gostamos de dizer: separe seu lixo em dois e nós fazemos o resto. Ou seja, separe sempre o lixo comum do lixo reciclável. Se ainda não sabe como fazer, o Thaíde, porta-voz do Recicla Sampa, vai te ensinar aqui. É fácil e rápido.

Depois, é só acessar o site do Recicla Sampa e ficar por dentro dos horários da coleta de lixo reciclável no seu bairro e na sua rua. Existem também pontos de coleta espalhados em supermercados e outros estabelecimentos. Com certeza tem um pertinho de você.

Segundo, entenda quais materiais têm mais chances de serem reciclados e dê preferência a eles na hora de consumir. Por exemplo, latas de alumínio são mais fáceis de reciclar do que vidro e o Brasil é um exemplo na reciclagem de latas, com 98% reaproveitadas.

Portanto, na hora de pedir, prefira as latinhas e não as longnecks. Se não tem latinhas disponíveis, tudo bem. Mas cobre do restaurante a logística reversa e veja se ele tem algum projeto para retornar o vidro consumido pelos clientes ou para minimizar o impacto de suas embalagens no meio ambiente.

Terceiro e muito importante: na hora de fazer os seus pedidos, faça de forma consciente. Evite pedir guardanapos de papel, sachês de molhos em geral e talheres plásticos descartáveis. Dê preferência para o que você tem em casa, para o que é lavável e reutilizável.

Por último, lave as embalagens antes de descartar no lixo reciclável. Não precisa ficar impecável, mas é preciso tirar o máximo de restos de comida e gordura dos materiais, que podem ser contaminados e rejeitados pela indústria da reciclagem.

Texto produzido em 05/04/2021


Últimas

Notícias

Brasil pode alcançar 95% de energia renovável até 2026

Pesquisa coloca país na vanguarda mundial da transição energética

04/03/2024
Notícias

Dia Mundial dos Catadores de Lixo Reciclável celebra luta da categoria

Data promove reflexão sobre responsabilidade coletiva em dar dignidade aos trabalhadores

01/03/2024
Notícias

Cidades do futuro e os caminhos para um mundo sustentável

Demandas apontam para harmonia entre desenvolvimento urbano e preservação ambiental

29/02/2024
Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024