Recicla Sampa - Companhia aérea veta plásticos de uso único
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Companhia aérea veta plásticos de uso único

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Comida de avião. Foto: shutter_o/shutterstock.com

A Ryanair, empresa que realiza voos de baixo custo na Europa, anunciou que eliminará o uso de plásticos de um só uso (que não podem ser reciclados devido à utilização, como canudos, talheres e embalagens de alimentos) de seus voos até 2023. A companhia aérea disse em comunicado que substituirá o plástico por talheres de madeira, embalagens de papel e copos de bebida biodegradáveis.

Também será possível que o passageiro escolha realizar um pagamento voluntário por contribuir com o carbono emitido pelos voos. Dados da International Air Transport Association (IATA), entidade que regulariza o setor mundialmente, mostram que, em 2016, foram gerados aproximadamente 5 milhões de toneladas de resíduos emitidos por voos – número que pode até dobrar nos próximos 15 anos caso nenhuma atitude seja tomada a respeito.

A União Europeia tem um plano para ‘limpar’ o continente dessa ‘praga’ até 2030, permitindo apenas o consumo de plásticos reutilizáveis ou recicláveis e, consequentemente, reduzindo ou zerando os resíduos de plástico de um só uso.

Fonte: Conexão Planeta.


Últimas

Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024
Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024
Notícias

Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia

Encontro busca definir prioridades e desenvolver legislação ambiental internacional

26/02/2024
Notícias

Indicadores da coleta de lixo melhoram no Brasil, indica Censo

Com 99% da população atendida, São Paulo e outras capitais lideram ranking brasileiro

23/02/2024