Descarte irregular de lixo têm queda de 64% em SP

04/05/2021

Imagem - Ponto viciado com descarte incorreto de entulhos e outros tipos de resíduo. Foto: Rolê / @role

Ponto viciado com descarte incorreto de entulhos e outros tipos de resíduo. Foto: Rolê / @role

A Prefeitura de São Paulo registrou uma queda de 64% no número de pontos de descarte irregular de lixo na capital. De acordo com os números divulgados recentemente pela Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (AMLURB), em 2016 eram cerca de 4 mil pontos. Atualmente, existem 1.439 pontos considerados “viciados”, espaços públicos onde parte da população descarta lixo e entulho incorretamente.

Essa diminuição é resultado de um conjunto de iniciativas no sentido de combater o descarte irregular de resíduos na cidade, como ações de fiscalização, educação ambiental, revitalização de espaços e ampliação do número de Ecopontos, que chegaram a 118 no ano passado.

Segundo a AMLURB, em 2020 foram realizadas mais de mil apreensões de caçambas e caminhões irregulares de resíduos da construção civil, sendo 500 apreensões de caçambas irregulares e 505 caminhões. O número total de multas foi de 3.169 – mais que o dobro de 2016, com 1.215 multas aplicadas.

Somente no último ano, a Prefeitura transformou 900 locais que viviam com acúmulo de lixo e retirou cerca de 2.8 mil toneladas de resíduos das ruas através do Revitaliza SP, projeto que recupera pontos viciados com limpeza, pintura e educação ambiental. As revitalizações ocorrem todos os sábados nas 32 subprefeituras do município.

Após a transformação, os espaços continuam sendo monitorados pelos consórcios de varrição.Estima-se que o aumento na adesão dos munícipes aos Ecopontos também contribuiu para a diminuição dos pontos viciados.

Nos últimos doze meses, a Prefeitura inaugurou 14 novos Ecopontos na cidade.  Agora, são 118 espalhados pelos quatro cantos da capital. Desde 2016, foi registrado um aumento de mais de 50% de resíduos recebidos nesses espaços.

Descarte Correto

Para descartar corretamente os resíduos, a população conta com serviços públicos que recebem os diferentes materiais. No caso do entulho, o munícipe pode descartar até 50kg na coleta domiciliar ou até 1m³ nos Ecopontos. Para quantidades maiores, é preciso contratar uma caçamba devidamente cadastrada.

O serviço de coleta de resíduo domiciliar está presente em 100% das vias do município, cobrindo os 96 distritos da cidade. Já para os descartes volumosos, mensalmente a operação Cata-Bagulho passa nas vias recolhendo esses resíduos, mas o munícipe também pode levá-los até os espaços adequados para receber recicláveis, entulho e móveis em geral.

Texto produzido em 4/5/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados