Em ação inédita, Campus Party troca lixo eletrônico por ingressos

07/11/2019

Imagem - Campus Party concluiu sua 12ª edição em São Paulo com mais de 130 mil visitantes e mais de 20 toneladas de resíduos eletrônicos coletados. Foto: Mikhael Thedy / Pixabay

Campus Party concluiu sua 12ª edição em São Paulo com mais de 130 mil visitantes e mais de 20 toneladas de resíduos eletrônicos coletados. Foto: Mikhael Thedy / Pixabay

No Brasil são gerados aproximadamente 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico por ano. O país é considerado o 7º maior produtor de resíduos desse tipo no mundo. Para gerar consciência sobre esse assunto, a 12ª edição do Campus Party de São Paulo, principal evento sobre tecnologia que acontece anualmente no Brasil, pela primeira vez, trocou lixo eletrônico por ingressos. A ação foi feita em parceria com o Ministério da Tecnologia, Ciência, Inovações e Comunicações (MCTIC).

A troca funcionou da seguinte forma: os participantes se dirigiam ao estande do órgão do governo e ao levar 1 item grande como notebook, CPU, impressora, monitor, ar condicionado ou 3 apetrechos menores, como teclado, mouse e celular o visitante ganhava gratuitamente um ingresso que dava direito a participar de um dia do festival. O evento aconteceu ao longo de seis dias, de 12 a 17 de fevereiro. Caso o interessado levasse 4 objetos diversos, ganhava uma credencial para participar todos os dias. Cada ingresso custava R$ 350.

Todas as peças eletrônicas trocadas por acesso ao evento foram enviadas a jovens estudantes que estão aprendendo a consertá-las e deixá-las prontas para uso. Funcionando corretamente, as máquinas foram instaladas em bibliotecas e escolas públicas e telecentros espalhados pelo país.

O Campus Party concluiu sua 12ª edição em São Paulo com mais de 130 mil visitantes e mais de 20 toneladas de resíduos eletrônicos coletados. 

“Queremos que essa ação se se expanda para todos os outros eventos deste tipo no Brasil”, explicou Gustavo Lima, Coordenador de articulação do Ministério da Tecnologia, Ciência, Inovações e Comunicações ao portal da IstoÉ Dinheiro. “Nós também pretendemos levar o projeto de trocas de ingressos por eletrônicos para o Greenk, evento de sustentabilidade e cultura geek”.

O Greenk é um evento que une cultura nerd com ações sustentáveis. Nesse ano, ele chegará em sua terceira edição. Em 2018, o festival instalou 15 pontos de coleta para equipamentos eletrônicos na cidade de São Paulo. Eles estão localizados nos principais parques da cidade e em prédios públicos. Confira os locais aqui.

Além das ações feitas pelos eventos, existem cooperativas em São Paulo que durante todo o ano recebem equipamentos eletrônicos. Clique aqui e saiba onde depositá-los.

Fontes: Istoé Dinheiro e G1

Texto produzido em 20/05/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados