Empresas de bebidas promovem a sustentabilidade no país

19/12/2020

Imagem - Assim como a Ambev, a multinacional de bebidas energéticas Red Bull também possui ações para ajudar a disseminar práticas sustentáveis pelo país. Foto: Piqsels.com

Assim como a Ambev, a multinacional de bebidas energéticas Red Bull também possui ações para ajudar a disseminar práticas sustentáveis pelo país. Foto: Piqsels.com

Duas das maiores fabricantes de bebidas do mundo, a Ambev e a Red Bull, tem se destacado quando o assunto é sustentabilidade nos negócios. Elas se reuniram em um evento sobre sustentabilidade chamado Congresso Ambiental da VIEX, realizado em são Paulo, para falar sobre os programas ambientais que têm mudado a realidade de comunidades e produtores rurais em diferentes lugares do Brasil.

Em suas ações ambientais, a Ambev valoriza os diálogos com a comunidade local para juntos agirem em favor da natureza e do crescimento sustentável e econômico da região. Na cidade de Viamão, no Rio Grande do Sul, por exemplo, a multinacional conta com uma cervejaria que tem como vizinhos pequenos produtores de arroz. Eles usavam a água da Lagoa dos Patos, maior complexo lagunar da América Latina, para irrigar a plantação.

Pensando em poupar recursos hídricos do manancial, Filipe Barolo, gerente de sustentabilidade da empresa, contou que foi proposto à comunidade utilizar a água tratada na cervejaria para irrigar a plantação de arroz.

“A iniciativa foi aceita, e com isso 3,5 mil m³ de água deixaram de ser captados diariamente da Lagoa. Esse volume equivale ao consumo mensal de 555 pessoas”.

Já no Nordeste do país, a companhia conseguiu levar água para as torneiras dos moradores da região semiárida. Para isso, a Ambev criou a marca de água AMA, comercializada em todo o território nacional. Todo o seu lucro é destinado para a ampliação da distribuição de água potável nas áreas do Brasil que carecem desse recurso.

A última ação para arrecadação de fundos para esse projeto no Nordeste foi a AMA ter sido escolhida para ser a água oficial da Copa América. Toda a renda das vendas do produto foram doadas integralmente para os 28 projetos de distribuição de água em todos os nove estados que compõem o semiárido brasileiro.

“Há uma região do Ceará que antes os moradores caminhavam horas para buscar água no açude mais próximo e agora eles não precisam mais fazer isso, ganharam mais tempo no dia a dia”, explicou.

Dando asas para a sustentabilidade

Assim como a Ambev, a multinacional de bebidas energéticas Red Bull também possui ações para ajudar a disseminar práticas sustentáveis pelo país. A tática para movimentar o tema na sociedade brasileira é apostar na realização de oficinas, workshops e eventos.

Promoção de evento é o ponto forte da empresa, que já é conhecida internacionalmente por seus patrocínios em esportes radicais e de automobilismo, que agora dá mais atenção à sustentabilidade no país.

Eduarda Dworakowski, gerente de qualidade e sustentabilidade da marca, disse ser necessário selar o compromisso sustentável, já que a empresa é estrangeira e não possui produtos fabricados nacionalmente. “Seria muito chato da nossa parte ignorarmos a preocupação ambiental com o Brasil, já que os brasileiros consomem bastante nossas bebidas”, disse.

A profissional contou que a Red Bull procura promover ações sempre abordando a questão da reciclagem e reutilização. Em maio, por exemplo, a empresa promoveu em São Paulo um workshop para reutilizar e reciclar resíduos eletrônicos. Já em julho, fez uma oficina sobre reciclagem de roupas.

“Por meio dos eventos, queremos dar asas para a sustentabilidade crescer no Brasil”, reforçou a executiva.

Texto produzido em 16/01/2020

Tags: matérias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados