Recicla Sampa - Estudo encontra plástico em 98% dos peixes da Amazônia
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Estudo encontra plástico em 98% dos peixes da Amazônia

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Pescada em canoa, Amazonas. Foto: jkraft5 / Envato

Muito se fala em lixo plástico nos oceanos e na contaminação dos peixes e das demais espécies marinhas, mas pouca atenção é dada ao fato de que os rios e sua fauna também sofrem com a poluição por este tipo de resíduo.

Para se ter uma ideia do tamanho do problema, um estudo produzido por um grupo de pesquisadores do Laboratório de Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Pará revelou que cerca de 98% dos peixes coletados em nascentes e rios amazônicos estavam contaminados com plástico.

Em média, cada espécime tinha seis pedaços de plástico dentro do corpo. A maioria deles no sistema gastrointestinal e nas brânquias, popularmente conhecidas como guelras, responsáveis pelo sistema respiratório de animais aquáticos.

Segundo a equipe envolvida na pesquisa, a ingestão de plástico pelos peixes pode ter consequências graves e irreversíveis. Numa frente, pode desequilibrar a cadeia alimentar e afetar a reprodução das diferentes espécies. Na outra, pode contaminar os seres humanos que se alimentam desses animais.

De acordo com um estudo publicado pela reconhecida revista Nature Communications em junho de 2017, as estimativas indicam 39 mil toneladas de plástico despejadas todos os anos na grandiosa bacia do rio Amazonas, que passa por quatro países: Brasil, Equador, Peru e Colômbia.

Você pode ajudar!

O seu papel é fundamental para a redução do uso do plástico ou para seu reaproveitamento. Uma primeira dica é verificar se a produção do que você anda usando em casa é feita com plástico reciclável. Para isso, basta procurar o símbolo da reciclagem nas embalagens. São aquelas setinhas que apontam uma para outra em formato triangular.

A segunda dica é separar o lixo em dois: comum e reciclável. Assim, você garante que os resíduos plásticos sejam encaminhados para uma Central Mecanizada de Triagem ou para uma cooperativa de catadores de lixo reciclável.

Caso você ainda não pratique a coleta seletiva, aí estão algumas dicas para começar! Faça sua parte!

- Tenha duas lixeiras em casa para separar o lixo comum do reciclável, isso facilita o processo.

- Higienize suas embalagens antes de descartá-las para a coleta, o importante é utilizar água de reuso ou guardanapos sujos no procedimento.

- Fique atento aos dias e horários que o caminhão da coleta seletiva passa na sua residência, não misture os sacos do comum com os recicláveis.

- Coloque o lixo para coleta com poucas horas de antecedência, assim, ele não corre o risco de ser levado pela chuva, entupindo bueiros e causando enchentes.

Texto produzido em 12/05/2021


Últimas

Notícias

Dia Mundial dos Catadores de Lixo Reciclável celebra luta da categoria

Data promove reflexão sobre responsabilidade coletiva em dar dignidade aos trabalhadores

01/03/2024
Notícias

Cidades do futuro e os caminhos para um mundo sustentável

Demandas apontam para harmonia entre desenvolvimento urbano e preservação ambiental

29/02/2024
Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024
Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024