Lacre de Latinhas: tirar ou não antes de descartar?

14/01/2022

Imagem - Lacre de latinhas. Foto: Recicla Sampa

Lacre de latinhas. Foto: Recicla Sampa

Existem duas dúvidas muito frequentes que pairam sobre o lacre das latinhas de alumínio. Ele é mais valioso do que a lata? Preciso retirar antes de descartar no lixo reciclável?

Bom, vamos lá! Primeiro é importante dizer que separar ou não o lacre das latinhas depende diretamente do destino que você quer dar a ele. As opções são três.

A primeira é retirar o lacre e destiná-lo à uma das iniciativas sociais que trocam esses resíduos por cadeiras de rodas e fazem doações para pessoas com necessidades especiais em situação de vulnerabilidade.

Mas os lacres não são derretidos e transformados nas cadeiras de rodas. Isso é lenda urbana. Eles são vendidos para empresas especializadas em reciclagem de alumínio. O valor é revertido nas cadeiras.

As estimativas indicam que cada cadeira de rodas é trocada por cerca de 150 garrafas pet de dois litros cheias (mais ou menos 385 mil lacres).

Mas porque os lacres e não as latas inteiras, já que elas têm maior valor de mercado? É uma questão de logística.

Eles são bem mais fáceis de armazenar, não acumulam água ou outro tipo de líquido, e não atraem insetos e ratos para o ambiente onde são depositados.

A segunda é descartar normalmente no lixo reciclável. Neste caso, você não deve separar o lacre da latinha. Em sua composição, o lacre é pobre em alumínio e seu valor no mercado da reciclagem é maior quando está anexado à lata.

Já a terceira é doar para um artesão especializado em desenvolver produtos a partir dos lacres. Basta uma breve busca no Google para encontrar ideias geniais e objetos incríveis.

Bom, em resumo, se você não for doar para uma instituição ou para um artesão, mantenha os lacres nas latinhas e descarte no lixo reciclável.

Texto produzido em 14/1/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados