Marca brasileira produz roupas com matéria-prima reciclada

24/09/2021

Imagem - Camisetas da Oceano Surfwear. Foto: Divulgação

Camisetas da Oceano Surfwear. Foto: Divulgação

Não é novidade que a indústria da moda é uma das mais poluidoras do mundo, responsável por 10% das emissões de carbono, de acordo com dados da Forbes de 2015

Infelizmente, também não é de hoje que se sabe o impacto do lixo, principalmente do plástico, nos mares. De acordo com a National Geographic, cerca de oito toneladas acabam nos oceanos todos os anos. 

Com o objetivo de reduzir esse impacto ambiental, a marca brasileira de moda surfwear Oceano produz roupas com tecidos tecnológicos, fibras naturais e matéria-prima reciclada. 

Sediada em Joinville (SC) e atuante no mercado há mais de 40 anos, ela viu as suas vendas na última coleção aumentarem em 70% na malha Infinity e 40% na Organic. 

"São tecidos que reaproveitam matérias primas já existentes, reduzindo a emissão de CO2 e o consumo de água em até 80%", destaca a diretora-geral da Oceano Surfwear, Sabrina Eggert.

A malha de alguns produtos é produzida a partir de resíduos têxteis e o fio recebe em sua composição poliéster reciclado de garrafas PET. Também é utilizado algodão orgânico.  

Sabrina afirma que as novas gerações estão mais preocupadas com a questão ambiental e destaca as dificuldades encontradas para fabricar algo 100% sustentável.

Com essa postura sustentável, que inclui apoio, por exemplo, a mutirões de limpeza de praias, a Oceano espera aumentar a venda dos produtos ecológicos gradualmente a cada coleção. 

"Sabemos o tamanho desse desafio, mas seguimos na busca de minimizar o nosso impacto ambiental e oferecer produtos como opção de escolha mais consciente para o consumidor. Os materiais ecológicos são muito visados pelos consumidores, principalmente, pelos jovens”, revela a diretora.  

Texto produzido em 24/9/2021

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados