Reciclagem de tampinhas financia castração de animais em Santa Catarina

21/11/2019

Imagem - Iniciativa chamada Ecopet já beneficiou 17 animais. Foto:Krizjohn Rosales / Pexels

Iniciativa chamada Ecopet já beneficiou 17 animais. Foto:Krizjohn Rosales / Pexels

Que a reciclagem ajuda o meio ambiente isso todo mundo já sabe. Mas a iniciativa também tem mudado a vida de cães e gatos em Florianópolis, Santa Catarina. O projeto Ecopet tem bancado a castração de animais em situação de rua ou abandono por meio da reciclagem de tampinhas.

Os materiais são coletados através de doações de voluntários que encontram 120 pontos de descarte espalhados pelos municípios de Florianópolis, Palhoça, São José e Biguaçu, incluindo estabelecimentos comerciais e centros de ensino. O dinheiro arrecadado com a venda dos itens financia os custos da castração e cuidados com os animais. De acordo com Natália de Carvalho Nadi, idealizadora da ação, em entrevista ao portal G1 Santa Catarina, são necessários cerca de 120 quilos de tampinhas para castrar um cão de até 15 quilos.

A iniciativa, que nasceu em 2016, já beneficiou 17 animais. Atualmente, a campanha possui uma longa fila de espera para a realização da intervenção, devido à grande quantidade de tampinhas necessárias para custear o procedimento.

“Ficamos tristes em ver tantos bichinhos abandonados e precisando de ajuda. Por esse motivo, pensamos em uma maneira para que todas as pessoas possam ajudar e fazer a diferença a partir de algo simples, como guardar tampas de garrafas pet, produtos de higiene, remédios, sucos, leite e iogurtes”, contou Natália ao portal.

Fontes: Catraca Livre, G1

Texto produzido em 05/07/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados