Recicla Sampa - Saiba como evitar que os roedores façam parte da sua rotina
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Saiba como evitar que os roedores façam parte da sua rotina

Veja outros artigos relacionados a seguir

Os ratos adoram ver lixo jogado no chão. Seja lixo orgânico (restos de comida) ou sólidos (recicláveis ou provenientes da construção civil), para eles tanto faz, já que se aproveitam do ambiente para se alimentar e se abrigar.

Em São Paulo, existem três tipos de roedores: o rato de esgoto, popularmente conhecido como ratazana; o de telhado, que adora ficar nos forros das casas ou no telhado, e o camundongo, que gostaria de fazer parte da família, pois ele gosta de morar dentro das gavetas, no forro do fogão ou atrás da geladeira.

Dá para imaginar o efeito dominó causado pelo descarte de lixo de forma inadequada? Jogar lixo no chão, além de entupir os bueiros da cidade e provocar alagamentos é uma porta de entrada para a transmissão de várias doenças como, por exemplo, a leptospirose, proveniente do contato com a urina dos roedores.

Na maioria dos casos, a doença surge a partir de uma febre, de acordo com a infectologista do Hospital Leforte, em São Paulo, Emy Akiyama Gouveia. Se a pessoa ficar com um aspecto muito amarelo, é preciso correr para o hospital. “Quando isso acontece já é sinal de que os rins ou pulmão não estão funcionando muito bem”, alerta.

A Leptospirose causa danos renais e hepáticos e, sem tratamento, pode levar à morte. O vírus tem uma sobrevida de até 70 dias no ambiente e a melhor maneira de evitar a contaminação é minimizar ao máximo o contato com a água de alagamentos nas ruas.

“Trabalhadores que lidam com lama e esgoto devem usar botas e luvas para não ter contato com a bactéria”, avisa a médica.

Mas não é somente a urina do rato que é perigosa. As fezes também são portas de doenças como a salmonela, que causa vômito, diarreia e febre. O coordenador do programa de Controle de Leptospirose e Roedores da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, Gladyston Costa, explica que inclusive a mordida do rato pode ser danosa e causar febre.

Para todos os tipos de roedores, as formas de controle são as mesmas. Observar o ambiente e a causa da proliferação e, posteriormente, jogar veneno nos três principais lugares em que eles comem, vivem e estão circulando.

Foto1
Ratos. Foto: Chanawat Phadwichit/shutterstock.com

Como evitar o problema

Existe uma atitude muito simples para prevenir a presença indesejada dos roedores na capital. É saber o horário em que a coleta de lixo domiciliar e reciclável passa na rua da sua casa, e colocar o lixo uma hora antes do caminhão passar. Em São Paulo, a coleta é realizada por duas concessionárias: a Loga e a EcoUrbis, que dividem a operação por regiões da cidade. A Loga é responsável pelas zonas Central, Norte e Oeste da capital paulista e a Ecourbis, pelas zonas Sul e Leste.

A população precisa entender que lugar de lixo é dentro de casa e não dormindo na rua, avisa o coordenador que luta contra os roedores.

Casos de Leptospirose no Estado de São Paulo

2016 – 598

2017 – 556

2018 – 351

Texto produzido em 30/10/2018


Últimas

Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024
Notícias

Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia

Encontro busca definir prioridades e desenvolver legislação ambiental internacional

26/02/2024
Notícias

Indicadores da coleta de lixo melhoram no Brasil, indica Censo

Com 99% da população atendida, São Paulo e outras capitais lideram ranking brasileiro

23/02/2024
Notícias

Um caminhão de roupas é descartado por segundo no mundo

Indústria da moda é responsável por 10% das emissões de gases do efeito estufa

22/02/2024