Recicla Sampa - Sea Shepherd Brasil organiza mutirões no litoral e capital de SP
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Sea Shepherd Brasil organiza mutirões no litoral e capital de SP

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Para participar da coleta nas praias e ruas basta fazer sua inscrição no site da ONG. Foto: Sea Shepherd / Divulgação

Organização internacional sem fins lucrativos com foco na conservação da vida marinha, a Sea Shepherd organiza mutirões de coleta de lixo durante o mês de dezembro no litoral e na capital paulista.

As atividades acontecem neste sábado (9) na praia da Barra do Una, São Sebastião, e na praia do Tombo, Guarujá. Aqui em São Paulo, o mutirão será no próximo dia 16 na Praça Pôr do Sol, zona oeste da cidade.  

Clique aqui e faça sua inscrição nos mutirões

Sea Shepherd

Fundada em 1977 pela lenda viva do ativismo ambiental, Capitão Paul Watson, a Sea Shepherd tem como propósito defender, conservar e proteger a vida na água e ecossistemas marinhos.

Em sua missão, usa táticas inovadoras e não-violentas de ação direta para investigar, documentar, estudar e agir quando necessário. O objetivo é expor e confrontar atividades predatórias e ilegais nos oceanos do mundo todo.

“Ao proteger a biodiversidade de nossos delicados ecossistemas marinhos, a Sea Shepherd busca garantir a sobrevivência do oceano para futuras gerações”, afirma em nota o site da organização.  

Lixo nas praias do Brasil

A cada quilômetro de praia no Brasil foram descartadas cerca de 25 mil bitucas de cigarro na areia, é o que revelam os dados da segunda fase do projeto Lixo Fora D’Água, divulgados no fim do ano passado.

Ainda segundo a pesquisa, a cada oito quilômetros, os banhistas vão se deparar com 15 mil lacres, tampas e anéis de lata, 150 mil fragmentos de plásticos diversos, sete mil palitos de sorvete e churrasco, além de 19 mil hastes plásticas de pirulitos e cotonetes.

Em andamento desde 2018, o Lixo Fora D’Água identificou que as três principais fontes de poluição marinha são as comunidades nas áreas de palafitas, os canais de drenagem que atravessam a malha urbana e a própria orla da praia em sua faixa de areia.

De acordo com o estudo, além das bitucas, os resíduos mais encontrados nas praias são os materiais plásticos e o isopor: plástico filme, pequenos tubos plásticos, hastes plásticas e isopor (52,5%); a bituca de cigarro, responsável por 40,4% do lixo coletado; e borracha, metal, madeiras, embalagens e outros (7,11%).


Últimas

Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024
Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024
Notícias

Assembleia da ONU para o Meio Ambiente começa no Quênia

Encontro busca definir prioridades e desenvolver legislação ambiental internacional

26/02/2024
Notícias

Indicadores da coleta de lixo melhoram no Brasil, indica Censo

Com 99% da população atendida, São Paulo e outras capitais lideram ranking brasileiro

23/02/2024