Recicla Sampa - Pão de Açúcar aumenta pontos de coleta de vidro em SP
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Pão de Açúcar aumenta pontos de coleta de vidro em SP

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Ponto de coleta no Pão de Açúcar. Foto: Recicla Sampa

O projeto de logística reversa do grupo Pão de Açúcar, em parceria com a Ambev e a startup Green Mining, expandiu seus pontos de coleta de vidro e agora está presente em 53 unidades da rede na capital paulista.

Criada em 2020 e batizada de Tem vidro usado para ser reciclado? Resolve no Minuto, a iniciativa foi um sucesso e já encaminhou para a reciclagem mais de 35 toneladas de resíduos.

Gerente de Sustentabilidade da Ambev, Nayara Baccan Pereira diz que o principal objetivo da empresa é facilitar a vida do consumidor na jornada da logística reversa.

A executiva também revela que a gigante dos ramos das bebidas tem compromisso com a implantação de embalagens circulares até 2025 e metas focadas em gestão da água e agricultura sustentável.  

“Inovação, atitudes coletivas e parcerias com o ecossistema, como a expansão de mais essa iniciativa ao lado da Green Mining e do Grupo Pão de Acúcar reforçam a nossa certeza de que o engajamento de todos pode nos levar a um futuro mais sustentável”, disse Nayara.  

Diretor de Operações de Negócios Especializados do Grupo Pão de Açúcar, Paulo Epaminondas comemora a expansão e afirma que iniciativas como esta promovem o consumo consciente entre a população. “Além de facilitar e incentivar nossos clientes a adotarem atitudes mais sustentáveis”, comenta Paulo.

Já Rodrigo Oliveira, presidente da Green Mining, avalia que a logística reversa oferece soluções para muitos problemas causados pelos resíduos sólidos e a expansão do projeto mostra o quanto a cooperação e a evolução tecnológica podem ser aliadas do meio ambiente.

“A tecnologia utilizada para proporcionar eficiência em iniciativas sustentáveis permite que ações concretas e contínuas sejam implantadas e multiplicadas”, afirma o executivo.

Como funciona

Coletores da Green Mining, contratados e capacitados, recebem no celular um mapa roteirizado dos locais onde devem buscar as embalagens.

Chegando no estabelecimento, é feita a primeira pesagem dos resíduos que são registrados, junto com sua foto, no sistema, por meio de tecnologia blockchain, garantindo que a embalagem coletada seja, de fato, do pós-consumo.

Depois, o material é levado até um ponto de concentração (hub) e, quando atinge um determinado volume, tanto o PET quanto o vidro são encaminhados para reciclagem em empresas parceiras Ambev e retornam para a cadeia em forma de conteúdo reciclado nas embalagens.

Texto produzido em 7/12/2021


Últimas

Notícias

Enchentes devem gerar 47 milhões de toneladas de lixo no RS

Estimativas indicam cerca de 19 milhões de toneladas de escombros de casas e edifícios

23/05/2024
Notícias

Brasília recebe Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

Considerado o mais importante do setor, evento acontece em junho na Capital Federal

22/05/2024
Notícias

A voz e os ouvidos dos oceanos

Expedição 100% feminina zarpa para pesquisar microplásticos nos mares do Brasil

21/05/2024
Notícias

Roraima lidera ranking da reciclagem no Brasil

Estado recicla 10% dos materiais recicláveis, seguido por Santa Catarina com 5%

20/05/2024