Prefeitura de São Paulo inaugura quinto Pátio de Compostagem

09/04/2019

Imagem - Pátio de Compostagem Ermelino Matarazzo. Foto: Juvenal Pereira

Pátio de Compostagem Ermelino Matarazzo. Foto: Juvenal Pereira

As sobras de alimentos das feiras livres e das folhagens de jardins de São Paulo ganharam mais um espaço para serem encaminhados e reciclados: o Pátio de Compostagem Ermelino Matarazzo. Uma iniciativa da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), a ação cumpre com as metas do Programa Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). O pátio é o terceiro na região da Zona Leste e o quinto na cidade de São Paulo. Os outros quatro estão situados na Mooca, São Matheus, Sé e Lapa.

O novo espaço, localizado na rua Eduardo Kiyoshi Shimuta, na zona Leste da capital, transformará os restos das feiras e podas de jardins em um composto orgânico rico em nutrientes que servirá como adubo. Para Bruno Covas, prefeito da cidade, “até o fim de 2020, 100% dos materiais orgânicos da cidade serão tratados adequadamente”.

O composto orgânico é ideal para adubar terras de parques, praças e plantio de árvores. Ultimamente, o material vem sendo utilizado em programas de implantação de hortas urbanas e em agriculturas familiares. A distribuição do adubo é gratuita aos munícipes e para retirá-lo basta ir aos pátios de compostagem da capital paulista e preencher um formulário.

Imagem - Leiras para compostagem em Ermelino Matarazzo. Foto: Juvenal Pereira

Leiras para compostagem em Ermelino Matarazzo. Foto: Juvenal Pereira

O quinto pátio de compostagem de São Paulo tem capacidade para receber aproximadamente 60 toneladas de materiais orgânicos por semana, o que resulta em 3 mil toneladas por ano de restos de alimentos e podas de árvores tratadas e recicladas.

Onde encontrar os pátios

Lapa: Avenida José Maria de Faria, n° 487 - Lapa de Baixo.

Sé: Avenida do Estado, n° 3330 – Canindé.

Mooca: Rua  Cirino de Abreu, n° 456 – Guaiauna.

São Mateus: Rua Forte de Araxá, n° 409 - Parque São Lourenço.

Ermelino Matarazzo: Rua Eduardo Kiyoshi shimuta, ao lado do n° 111.

 

Fonte: Amlurb e Prefeitura de São Paulo

Texto produzido em 09/01/2019

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados