São Paulo ganha sistema de biovaleta no centro da cidade

10/12/2020

Imagem - A chamada biovaleta está construída embaixo dos viadutos Dona Paulina e Brigadeiro Luiz Antônio, na região central da capital. Foto: Ciclo Vivo

A chamada biovaleta está construída embaixo dos viadutos Dona Paulina e Brigadeiro Luiz Antônio, na região central da capital. Foto: Ciclo Vivo

Famosa por seus empreendimentos e também por seu trânsito, a Avenida 23 de Maio, em São Paulo, acaba de ganhar um sistema que capta, filtra e reduz os sedimentos da água antes de devolvê-la para a drenagem pluvial.

A chamada biovaleta está construída embaixo dos viadutos Dona Paulina e Brigadeiro Luiz Antônio, na região central da capital, e é a primeira calçada verde da cidade. Além dos benefícios já citados, o sistema reduzirá a energia das águas que correm pela Avenida, e trará benefícios paisagísticos e ecológicos.

“Estamos muito contentes em descobrir olhos d´água na região central, e as nascentes puderam ser preservadas com um projeto realmente inovador que estamos implantando. Agora, o Centro poderá se orgulhar em tratar a poluição com plantas”, afirmou o subprefeito da Sé, Roberto Arantes.

A iniciativa da Prefeitura de São Paulo ainda conta com plantas aquáticas nativas e exóticas com eficiência comprovada em fitorremediação para realizar seu trabalho. Algumas delas são a lótus, a papiro gigante, a tália do pantanal, a banana d´agua, entre muitas outras.

O projeto faz parte do programa Gentileza Urbana, que vem implantando intervenções paisagísticas para melhor aproveitamento do espaço público na região central da cidade. Dentre elas, está também a iniciativa das Vagas Verdes. Leia mais aqui.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Texto produzido em 10/12/2020

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados