Recicla Sampa - Startup brasileira lança alternativa sustentável para o filme plástico
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Startup brasileira lança alternativa sustentável para o filme plástico

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Ecowrap. Foto: DIvulgação

Para conservar alimentos como frutas e verduras, por exemplo, são comuns o plástico PVC ou papel filme. Mas o que muita gente não sabe é que esse ato aparentemente inofensivo pode ser muito prejudicial para o meio ambiente.

Pensando em uma alternativa ambientalmente correta para esses itens plásticos, a startup brasileira Envolve Bioembalagens desenvolveu o Ecowrap: 100% sustentável, produzida com tecido de algodão e impermeabilizada com cera de abelha, que protege e conserva alimentos.

Com durabilidade de cerca de 1 ano de vida útil, a embalagem sustentável é lavável, biodegradável e pode ser destinada à compostagem, contribuindo assim para a diminuição do volume de resíduos nos aterros sanitários. 

Recentemente, o produto passou por testes e validações realizados junto a órgãos como o Ministério do Meio Ambiente, a Associação Brasileira dos Profissionais pelo Desenvolvimento Sustentável (Abraps) e o Instituto Lixo Zero e já está disponível para a venda no site da empresa.

O impacto do plástico

Resíduos plásticos demoram entre 450 e mil anos para se decomporem completamente no meio ambiente. Logo, um dos desafios da humanidade no século XXI é controlar a produção e o descarte incorreto deste tipo de resíduo.

As sacolas plásticas, por exemplo, tão presentes em nosso cotidiano, são feitas de polietileno, um polímero criado em laboratório. 

Os organismos unicelulares que ajudam na sua decomposição não consomem polímeros, o que dificulta a desintegração completa do plástico.

A nosso favor, temos uma velha máxima: o material é valioso e a reciclagem de plástico interessa para vários setores da economia.

Felizmente, hoje em dia, cada vez mais plásticos estão inseridos no contexto da Economia Circular.

São produtos que foram reaproveitados ou reciclados e transformados em novos, como, por exemplo, brinquedos e equipamentos para parques infantis, móveis, bancos, tapetes, tubos, fios para tecelagem, calçados e casinhas de animais de estimação.

Mas é preciso recusar os itens plásticos de uso único, como os copinhos e talheres de festas, as bexigas e algumas embalagens de alimentos.

Além disso, precisamos reciclar mais, principalmente aqui na capital São Paulo, onde temos à nossa disposição toda a infraestrutura necessária, que inclui 25 cooperativas de reciclagem e duas grandes Centrais Mecanizadas de Triagem.

Texto produzido em 4/2/2022


Últimas

Notícias

Brasil pode alcançar 95% de energia renovável até 2026

Pesquisa coloca país na vanguarda mundial da transição energética

04/03/2024
Notícias

Dia Mundial dos Catadores de Lixo Reciclável celebra luta da categoria

Data promove reflexão sobre responsabilidade coletiva em dar dignidade aos trabalhadores

01/03/2024
Notícias

Cidades do futuro e os caminhos para um mundo sustentável

Demandas apontam para harmonia entre desenvolvimento urbano e preservação ambiental

29/02/2024
Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024