União Europeia aprova lei para banir canudos de plástico até 2021

08/04/2019

Imagem - Canudos plásticos. Foto: Alexas/Pixabay

Canudos plásticos. Foto: Alexas/Pixabay

Os europeus já podem comemorar a diminuição do uso do plástico no continente. A União Europeia (UE) aprovou, em 24 de outubro, uma lei para proibir o uso de canudos, cotonetes e talheres feitos com material plástico.

A lei foi aprovada por uma esmagadora maioria: com 531 votos a favor e apenas 53 contra. A nova proposta ainda passará pelos ministros da União Europeia antes de entrar em vigor. De acordo com a lei, os plásticos já contam com alternativas biodegradáveis. Para aqueles apetrechos que não podem ser substituídos por outros materiais, a lei propõe uma meta de redução de 25% na composição do plástico no produto até 2025.

Outra proposta apresentada é que os 28 países que fazem parte da UE serão obrigados a reciclar 90% das garrafas plásticas até 2025.

Brasil

Já existem diversos municípios brasileiros que estão debatendo o combate aos canudinhos de plástico. É o caso da cidade do Rio de Janeiro, primeira do país que proibiu o uso do objeto desde julho deste ano. A lei dos cariocas estabelece que o material seja substituído por opções biodegradáveis. A multa para quem descumprir a regra é de 3 mil reais e, em caso de reincidência, o infrator deve pagar o dobro.

Já em Santos, no litoral paulista, a população terá de abandonar de vez os canudinhos plásticos a partir de 2019. A multa para quem desrespeitar a lei será de 500 a mil reais. Como alternativa, a Secretaria do Meio Ambiente sugere que utilizem os canudos de papel.

Em João Pessoa, capital paraibana, ainda está em processo de votação a proibição dos canudos na Câmara dos Vereadores. Um grupo de ativistas ambientais criou um movimento chamado Jampa Sem Canudos para fortalecer a aprovação da lei. 

Em São Paulo

Na capital paulista, a Câmara discute um projeto de lei para proibir os canudos de plástico em estabelecimentos comerciais, como bares, casas noturnas, hotéis e restaurantes.

A proibição dos canudos é uma onda que tem crescido no mundo todo. Uma das principais razões é que parte das mortes dos animais marinhos se dá em virtude da ingestão dos canudinhos de plástico, confundidos por comida pelos animais.

Faça a sua parte e adquira um canudo reutilizável. Há muitas opções no mercado como inox, bambu e vidro.

Fontes: Fortune e G1 , Jampa Sem Canudos e Senado Notícias e arquivos do Recicla Sampa.

 

Texto produzido em 25/10/2018

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados