Vendas de primeira água em lata pretendem ajudar semiárido brasileiro - Recicla Sampa
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Compartilhar - WhatsApp Compartilhar - Facebook Compartilhar - Twitter Compartilhar - Linkedin

Vendas de primeira água em lata pretendem ajudar semiárido brasileiro

11 de Fevereiro de 2020,11h00

Foto1
Nova embalagem beneficiará milhares de catadores que transformam material em fonte de renda. Foto: Geek Publicitário

Desde que firmou o compromisso de expandir seus programas de preservação e uso consciente da água, em 2015, a cervejaria Ambev vem apresentando soluções sustentáveis e inovadoras para o mercado nacional de água mineral. Agora, a novidade é a versão da sua água AMA em lata. Com lançamento previsto para o final do ano, o produto apresenta embalagem em alumínio, material com alto índice de reciclagem no Brasil, que se mantém entre os líderes mundiais na atividade.

Segundo Richard Lee, head de sustentabilidade da empresa, esse é um passo muito importante para a companhia, que coloca mais uma vez a sustentabilidade como pilar central dos negócios.

“É mais uma opção para o consumidor que, além de se manter hidratado, vai poder ajudar o meio ambiente e as pessoas que vivem sem acesso a água potável”, conta.

Isso porque, além de contribuir para a redução do uso de plástico - hoje o Brasil figura em 4º lugar na geração do resíduo -, a escolha da empresa pela lata de alumínio serve como benefício para milhares de famílias que vivem da renda da reciclagem desse material. Segundo os últimos dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) e da Associação Brasileira do Alumínio (Abal), sua coleta injetou R$ 1,2 bilhão na economia nacional.

Lançada em março de 2017, a água AMA foi criada com o objetivo de resolver o problema social causado pela falta de acesso a água potável em algumas regiões do país. Segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), 35 milhões de brasileiros não contam com acesso à rede de água tratada. Em parceria com a aceleradora Yunus Negócios Sociais, a Ambev encontrou uma maneira de reverter o lucro integral do produto para as regiões semiáridas brasileiras.

Dados da cervejaria apontam que a água AMA já arrecadou mais de R$ 3,5 milhões de lucro, valor revertido para 29 projetos que propiciam o acesso à água potável, beneficiando mais de 26 mil pessoas. A meta é atingir a marca de 43 mil até o final do ano. Com a ação, a cervejaria se coloca entre as empresas que buscam contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Fontes: Assessoria de Imprensa Ambev, Água AMA  

Texto produzido em 14/01/2020

Ícone - Carta

Receba nosso conteúdo


Últimas

Notícias

Com alta reciclabilidade, cobre é um resíduo valioso

Furto de cabos de semáforos na cidade de SP subiu 47% no primeiro semestre de 2022

03/08/2022
Notícias

Saiba como descartar o lixo de forma correta

É muito fácil separar os diferentes tipos de resíduos e começar a reciclar

02/08/2022
Notícias

Comissão da Câmara debate reciclagem de carros velhos no Brasil

Apenas 1,5% do carros velhos são reciclados no país; na Europa, índice chega a 85%

01/08/2022
Notícias

Maior parte do plástico de delivery não é reciclada, revela estudo

Dados inéditos indicam aumento de 46% de plástico enviado nos pedidos

29/07/2022