Recicla Sampa - França vai proibir embalagens plásticas em frutas e vegetais
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

França vai proibir embalagens plásticas em frutas e vegetais

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Torre Eifel na frança coberta de plástico. Foto: Recicla Sampa

Implementando uma lei de fevereiro de 2020, o Ministério do Meio Ambiente francês publicou uma lista de cerca de 30 frutas e vegetais que deverão ser vendidos sem embalagem de plástico a partir de 1º de janeiro. 

A lista, que inclui frutos como berinjela, alho-poró, e tomate redondo, bem como maçãs, bananas e laranjas, faz parte de uma iniciativa governamental plurianual para eliminar o plástico

"A luta contra a poluição do plástico continua! E, desta vez, é na hora de ir às compras que você verá a mudança: as embalagens de plástico em torno de frutas e vegetais serão gradualmente banidas. #LoiAntiGaspillage", disse o ministério em um comunicado via Twitter.

A estimativa é de que 37% das frutas e verduras sejam vendidas com embalagens. Com a proibição, o governo espera que a medida impeça o uso de um bilhão de embalagens plásticas por ano.

Para outros alimentos como tomates, feijões e pêssegos, as embalagens de plástico serão proibidas até o final de junho de 2023, e até o final de 2024 para aspargos, cerejas, cogumelos, algumas saladas e ervas em geral.

A expectativa é que até o final de junho de 2026, framboesas, morangos e outras frutas delicadas também devem ser vendidas sem plástico.

Como parte da iniciativa governamental, no começo deste ano, o país proibiu canudos, copos e talheres de plástico, bem como caixas de isopor para viagem

VOCÊ PODE AJUDAR!

Enquanto não temos uma lei dessas no Brasil, o seu papel é fundamental para a redução do uso do plástico ou para seu reaproveitamento.

Uma primeira dica é verificar se a produção do que você anda usando em casa é feita com plástico reciclável. Para isso, basta procurar o símbolo da reciclagem nas embalagens. São aquelas setinhas que apontam uma para outra em formato triangular.

A segunda dica é separar o lixo em dois: comum e reciclável. Assim, você garante que os resíduos plásticos sejam encaminhados para uma Central Mecanizada de Triagem ou para uma cooperativa de catadores de lixo reciclável.


Últimas

Dicas de Reciclagem

Brasil produz 2,4 milhões de toneladas de eletrolixo por ano

Entenda o que é saiba onde descartar lixo eletrônico na cidade de São Paulo

18/06/2024
Notícias

São Paulo lança programa para melhorar gestão de resíduos

Projeto busca modernizar infraestrutura de tratamento e destinação do lixo no estado

17/06/2024
Notícias

Brasil reciclou seis mil toneladas de latas de alumínio desde 1990

Circularidade do material gera emprego e renda para 800 mil catadores de lixo reciclável

14/06/2024
Notícias

Governo Federal anuncia investimentos em cooperativas de reciclagem no Brasil

Liberação de R$ 8 milhões vai beneficiar mais de 15 entidades e associações do setor

13/06/2024