Menino peruano de 13 anos abre banco sustentável para crianças

27/05/2020

Imagem - O Banco del Estudiante Bartselana conta com mais de 3 mil clientes. Foto: La Republica

O Banco del Estudiante Bartselana conta com mais de 3 mil clientes. Foto: La Republica

O pequeno José Adolfo Quisocola Condori tinha apenas 7 anos quando teve uma ideia que mudou a realidade das crianças da sua região em Arequipa, no Peru. Ao analisar que seus amigos não poupavam nenhuma parte da mesada e gastavam quase tudo em doces e brinquedos, o menino decidiu criar em 2012 um “banco de poupança”.

A iniciativa deu tão certo que hoje o Banco del Estudiante Bartselana conta com mais de 3 mil clientes e detalhe: todos são crianças. A lógica para poupar é simples: na abertura da conta, uma meta de poupança é estipulada e o dinheiro só poderá ser retirado quando o objetivo for atingido. Por exemplo, se uma criança sonha em ter uma bicicleta, ela só pega o valor quando atingir o preço do produto.

Para fazer parte da clientela, basta levar cinco quilos de resíduos recicláveis no banco. Depois, é preciso entregar no mínimo um quilo de lixo todos os meses para se manter na instituição financeira. A ideia surgiu após o menino observar a grande quantidade de lixo presente na sua região.

Com a iniciativa, José coleta cerca de 1 tonelada de material reciclável por ano e isso já gerou recursos para cerca de 200 crianças, a maioria são da escola do menino.

“No começo do projeto, meus professores achavam que eu era louco ou que uma criança não podia realizar iniciativas ousadas. Eles não entendiam que nós, jovens, não somos o futuro do país, somos o presente. Felizmente, tive o apoio do diretor e de seu assistente. Além disso, tive que suportar as piadas e o bullying dos meus colegas pelo trabalho que estava fazendo”.

Hoje em dia, o negócio continua de vento em popa e diversas instituições financeiras já procuraram o jovem, atualmente com 13 anos, para negociar parcerias. E o banco de José já oferece outros serviços, como seguros, empréstimos e investimentos.

O Banco del Estudiante Bartselana foi vencedor de 12 prêmios nacionais e internacionais. José conseguiu o status de criar o primeiro banco cooperativo para crianças. Além disso, a Walt Disney produziu o filme “O futuro é nosso”, baseado na história de José.

Fonte: Jornal do Commercio e El Periodico

Texto produzido em 14/04/2020

Tags: notícias
Espalhe essa informação

Assuntos Relacionados