Recicla Sampa - Coleta seletiva vira tema de peça teatral infantil em São Paulo
Recicla Sampa
sp156

Para esclarecer dúvidas sobre os serviços de coleta domiciliar de resíduos sólidos, limpeza urbana e varrição pública entre em contato com o 156 ou clique aqui.

Coleta seletiva vira tema de peça teatral infantil em São Paulo

Veja outros artigos relacionados a seguir

Foto1
Peça teatral “Por um Futuro Sustentável”, no CEU Vila Atlântica. Foto: Atelier de Imagem

“Quem separa o lixo em casa?”, perguntam Ronaldo Barbosa e Cida Lima, atores da peça teatral “Por um Futuro Sustentável” aos pequenos espectadores de 8 a 12 anos, alunos do CEU (Centro Educacional Unificado) Vila Atlântica, na zona noroeste de São Paulo.

Em 31 de maio, os atores se apresentaram para mais de 600 crianças da unidade educacional. Elas foram entretidas pela história dos cientistas malucos Pandolfo e Dona Escolástica. Personagens fictícios que mostraram no palco a importância de preservar os recursos naturais e de separar os resíduos entre recicláveis e comuns. A necessidade de saber o horário que o caminhão da coleta seletiva passa na rua também foi alvo dos artistas, que frisaram que os resíduos não podem ficar muito tempo na calçada, correndo o risco de causarem alagamentos ou atraírem ratos e baratas.

Essas informações foram passadas de forma lúdica em um cenário teatral composto de latas de lixo, um laboratório de ciências e um espaço cheio de resíduos que servia de exemplo da má destinação dos materiais. A trama começa justamente nesse local, repleto de sujeira, onde o cientista Pandolfo, perdido no espaço, volta do futuro para alertar a humanidade sobre os problemas ambientais que ele viu acontecer em 2050, caso as pessoas não mudem seus hábitos agora.

Nesse ambiente futurista, os personagens alertam os alunos sobre a importância de fazerem escolhas ecologicamente corretas no dia a dia para preservar o planeta e as próximas gerações. Entre as mensagens transmitidas estão a importância do uso consciente da água, explicação sobre os tipos de energias renováveis e a valorização da reciclagem.

A apresentação é interativa e permite que as crianças subam ao palco para participarem com os atores de algumas cenas. Um dos pequenos escolhidos foi Laura Rebeca da Silva Gomes, de 10 anos.  

Em um cenário com seis grandes lixeiras, cada uma representando um dia da semana (de segunda-feira a sábado), a aluna teve que descartar três sacos de lixo contendo materiais recicláveis nos dias em que o caminhão da coleta seletiva passa no seu bairro, na própria Vila Atlântica. “Achava que o caminhão da coleta seletiva passava uma vez por semana na minha rua, mas ele passa três. Vou comentar isso com minha família quando chegar em casa”, disse.

Orgulhoso, o avô, Alberto Alves Gomes, 59 anos, esperava o término da peça para levar a neta de volta para casa. “Separamos o material reciclável e a Laura sempre nos ensina alguma coisa que aprendeu na escola”.

Os atores acreditam que as crianças podem ser os melhores vetores de informação sobre reciclagem dentro de casa. Responsável pelo espetáculo, o ator Ronaldo Barbosa, com mais de vinte anos de palco, atua há oito no projeto Ciência Divertida, empresa líder em peças interativas para crianças.

“Essa geração tem muito mais informação. Eles têm as respostas sobre sustentabilidade na ponta da língua, algo que não era comum”, diz.

Foto1
Alunos interagem com os atores durante a peça teatral “Por um Futuro Sustentável”. Foto: Atelier de imagem

Já a atriz Cida Lima, que há anos se apresenta em escolas de São Paulo, destaca que ao reencontrar, anos mais tarde, as crianças que viram suas peças, percebe que elas seguem com muitas das lições aprendidas nos espetáculos. “Há muitos alunos preocupados com o meio ambiente. Eles lembram do que explicamos numa peça teatral que aconteceu há cinco anos, por exemplo. Isso é muito gratificante”.

Para a coordenadora cultural do CEU Vila Atlântica, Isa Mara Barravieira, formar ambientalmente as crianças é uma garantia de que se tornarão adultos conscientes. “Nessa faixa etária, de 6 a 12 anos, é a fase em que mais elas conseguem absorver o conteúdo assistido, ser impactadas e colocar em prática o que aprenderam de forma lúdica”, defende.

No CEU Vila Atlântica, mais de 600 crianças terão a oportunidade de assistirem ao espetáculo em apenas um único dia, de acordo com a coordenadora. A meta do projeto, que conta com o apoio da Loga, concessionária de limpeza urbana da capital, é atingir mais de 5 mil alunos em 23 unidades de ensino até o dia 18 de outubro, data limite das apresentações.

Cronograma

24/06

9h – CEU Paz

Rua Daniel Cerri, 1549 - Jardim Paraná, São Paulo - SP, 02876-170

Telefone: (11) 3986-3407

 

14h e 15h30 – CEU Jardim Paulistano

Endereço: R. Aparecida do Taboado, S/N - Jardim Paulistano (Zona Norte), São Paulo - SP, 02814-000

Telefone: (11) 3397-5410

 

25/06

9h EMEF Angelina Maffei Vita

R. Zilda, 193 - Casa Verde Alta, São Paulo - SP, 02545-000

Telefone: (11) 3857-9122

 

14h – EMEFM Prof. Derville Allegretti

R. Voluntários da Pátria, 777 - Santana, São Paulo - SP, 02011-000

Telefone: (11) 2221-1858

 

Texto produzido em 04/06/2019


Últimas

Notícias

Dia Mundial dos Catadores de Lixo Reciclável celebra luta da categoria

Data promove reflexão sobre responsabilidade coletiva em dar dignidade aos trabalhadores

01/03/2024
Notícias

Cidades do futuro e os caminhos para um mundo sustentável

Demandas apontam para harmonia entre desenvolvimento urbano e preservação ambiental

29/02/2024
Notícias

Projeto de lei quer celulares com baterias removíveis e substituíveis

Regra evitaria que milhões de aparelhos sejam inutilizados e descartados precocemente

28/02/2024
Dicas de Reciclagem

Como a reciclagem do lixo ajuda o meio ambiente

Entenda por que separar corretamente o lixo reciclável contribui para um mundo sustentável

27/02/2024